2ª Guerra Mundial deixou impactos na atmosfera diz estudo » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 17-06-2019 » 'Estamos parados' | Daniel Filho critica governo e falta de apoio ao cinema: 'Brasil não é de idiotas' 17-06-2019 » Alíquota cairia de 16% para 4% | Bolsonaro: Governo estuda reduzir imposto para produtos de tecnologia 17-06-2019 » Deysi Cioccari | A eleição de Bolsonaro para além da facada 17-06-2019 » Julio Gomes | Estádios vazios na Copa América: alguém surpreso? 17-06-2019 » Stycer | Emissoras usam confusão entre ator e personagem 17-06-2019 » Schwartsman | Critérios errados de escolha levam a chefes ruins 17-06-2019 » Marcos Lisboa | Não se sabe como os vazamentos terminam 17-06-2019 » Michael Viriato | Lições do junho vermelho para investir em ações 17-06-2019 » Padiglione | Paródia de Moro compensa timidez editorial da Globo 17-06-2019 » Reinaldo Lopes | O que pode explicar o fim de povos amazônicos 17-06-2019 » Lei em Campo | Foi a NBA que permitiu time do Canadá nos EUA 17-06-2019 » Quicando | Todos queriam ser Adele conhecendo as Spice Girls 17-06-2019 » Angela Alonso | Só não viram deslizes os cegos de ódio pelo vilão 17-06-2019 » Coworking | Empresa faz ponte entre corporações e startups 17-06-2019 » Pediu demissão após fala de Bolsonaro | CPI do BNDES quer que Levy explique demissão e 'caixa preta' 17-06-2019 » Ato contra reforma em SP | 'Não agredi, não cuspi na cara, não desacatei policial', diz defensor preso 17-06-2019 » Segurança digital | Vazamento de dados cresce e já é 2º maior ataque digital ao governo federal 17-06-2019 » Assassinado em casa | 'São 55 filhos agora sem pai', diz deputada após morte do marido em Niterói (RJ) 17-06-2019 » Chico Xavier | Justiça nega ação para reconhecer suposto filho adotivo do médium 17-06-2019 » Para barrar nazistas | Linha Maginot: a mais poderosa e inútil fortificação da história
Publicidade
27 de setembro de 2018

2ª Guerra Mundial deixou impactos na atmosfera diz estudo

Foto Reprodução

Os bombardeios dos Aliados (Estados Unidos, Reino Unido, União Soviética e China) durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) não causaram devastação somente na Terra, mas deixaram rastros também na atmosfera. As ondas de choque causadas pelas bombas foram tão fortes que chegaram à ionosfera, camada mais externa do planeta, a mais de mil quilômetros de altura. A revelação foi feita por um estudo da Universidade de Reading, no Reino Unido, publicado na revista “Annales Geophysicae”, cujos resultados permitem entender melhor a influência na atmosfera de fenômenos como erupções vulcânicas, raios e terremotos. “Até agora, o impacto das bombas nos estratos mais altos da atmosfera nunca havia sido estudado”, afirma Chris Scott, um dos autores do estudo. “Cada ataque causou pelo menos 300 raios”, acrescenta o cientista. Os pesquisadores examinaram registros diários feitos entre 1943 e 1945 pelo Centro de Pesquisa de Ondas de Rádio de Slough, no Reino Unido, analisando as mudanças detectadas na ionosfera durante 152 grandes bombardeios dos aliados na Europa. A concentração de elétrons na camada atmosférica diminuiu drasticamente enquanto as bombas explodiam próximas à terra, o que, segundo a pesquisa, pode ter sido causado pelo aquecimento do ar. “Os pilotos que participavam dos bombardeios frequentemente relatavam avarias aos aviões mesmo quando estavam acima da altitude recomendada, enquanto os militares que estavam no chão, sob os bombardeios, afirmam que chegaram a ser arremessados pelas ondas de choque “, relata Patrick Major, coautor do estudo. “Circulavam também boatos que aconselhavam a quem estivesse nos refúgios próximos às áreas de combate que enrolassem uma toalha em volta do rosto, para evitar que as ondas de choque colapsassem os pulmões, deixando o resto do corpo intacto” conclui.


VOLTAR