Juíza federal suspende nomeação do novo ministro da Justiça » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 16-09-2019 » Área de proteção ambiental | Incêndio em Alter do Chão se agrava, e Pará pede ajuda da Força Nacional 16-09-2019 » Em Angra dos Reis (RJ) | Vida de luxo e lancha de R$ 6 mi levaram polícia à prisão de líder do PCC 16-09-2019 » Brasileirão | São Paulo arranca empate no fim contra o CSA no Morumbi 16-09-2019 » Causa não divulgada | Filho de Benito Di Paula morre aos 36 anos de idade no Rio 16-09-2019 » Área de floresta do DF | Bombeira morre eletrocutada ao combater incêndio 16-09-2019 » Tem Frota, Joice e Moro | Com tuíte polêmico, Carlos abre capítulo de brigas da direita 16-09-2019 » Previdência | Policiais recorrem à lei de 1985 para obter aposentadoria mais alta 16-09-2019 » Senador já recorreu | Romário é condenado a pagar R$ 408 mil por dívida de aluguel 16-09-2019 » Em Brasília | Fluminense bate Corinthians por 1 a 0 com frango do goleiro Cássio; veja o gol 16-09-2019 » Grêmio | Renato diz que conversou com André sobre BO por distúrbio 16-09-2019 » Em São Paulo | Moro visita Bolsonaro em hospital e diz que "o homem é forte" 16-09-2019 » Morreu aos 67 anos | Roberto Leal lembrou 'quase morte' em última aparição na TV 15-09-2019 » Ruy Castro | A realização que veio só após se livrar do marido 15-09-2019 » Antônio Prata | Há anos que eu não sei o que concluir disso tudo 15-09-2019 » Siga o copo | Vinho 'salgadinho' guardado no mar chega ao Brasil 15-09-2019 » Renato S. de Lima | Moro adota a tática do "Rei Afogado" 15-09-2019 » PVC | Ganso e Cássio fizeram o que não é normal 15-09-2019 » Mauricio Stycer | 2020 será o ano da guerra global de streaming 15-09-2019 » Vecchioli | "Nosso Pacaembu" deixa de ser municipal 15-09-2019 » Marcos Lisboa | Teto de gastos será atingindo no ano que vem
Publicidade
5 de março de 2016

Juíza federal suspende nomeação do novo ministro da Justiça

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

A juíza federal Solange Salgado, da Primeira Vara da Justiça Federal de Brasília, suspendeu nesta sexta-feira (4), por meio de liminar (decisão provisória), a nomeação, pela presidente Dilma Rousseff, do novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva. A decisão atende a pedido formulado na última quarta-feira (2) pelo líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE). Ele argumentou que a Constituição Federal proíbe membros do Ministério Público de exercerem outra função pública, salvo a de professor. O G1 entrou em contato com o Ministério da Justiça, que não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem. Apesar de o artigo 128 da Constituição vedar que membros do Ministério Público exerçam outras funções além de magistério, o artigo 129, abre brecha para permitir que procuradores ocupem outros cargos desde que “compatíveis” com as funções institucionais do MP. “São funções institucionais do Ministério Público: IX – exercer outras funções que lhe forem conferidas, desde que compatíveis com sua finalidade, sendo-lhe vedada a representação judicial e a consultoria jurídica de entidades públicas”, diz o trecho do artigo 129. Em 2006, quando Antonio Fernando de Souza era procurador-geral da República, uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) proibiu que integrantes do MP assumissem outra função pública. A decisão se baseou em uma interpretação dos artigos 128 e 129 da Constituição. Em 2011, na gestão de Roberto Gurgel como procurador-geral, o CNMP revogou a resolução por entender que a interpretação do conselho de vedar procuradores de assumir outras funções públicas era equivocada, uma vez que a Constituição suscita mais de uma interpretação. Atualmente não há vedação, portanto, por parte do CNMP, mas a Justiça pode vir a ter interpretação diferente sobre o caso. Uma decisão definitiva só poderá ser tomada quando o caso for submetido ao Supremo Tribunal Federal.


VOLTAR