45% dos consumidores priorizam a compra de medicamentos genéricos » Rede Acontece
Últimas
18-08-2018 » Autor de Mutantes | Com presença da ex, Tiago Santiago se casa com chef 18-08-2018 » Show no Rio é adiado | Jorge Aragão é internado e passa por cateterismo 18-08-2018 » Barracos afetaram | Audiência motivou saída de Mara do Fofocalizando 18-08-2018 » Ao lado de Graciele | Zezé Di Camargo recebe as filhas em seu aniversário 18-08-2018 » Após ponte desabar | Mais corpos são achados em Gênova; vítimas sobem a 41 18-08-2018 » O presidente da Vila | Peres convida Pelé a se tratar no Santos e fala de rixa de Neymar 18-08-2018 » Opinião da seleção | Juca: Raras vezes uma convocação pegou tão mal 18-08-2018 » Série da Netflix | 5 motivos para todo fã dos Simpsons se viciar em Des(encanto) 18-08-2018 » Efeito pode ser minimizado | Afinal, a radiação dos celulares faz mal? Estudo traz novas respostas 18-08-2018 » Presidenciáveis voltam a se encontrar | Debate da RedeTV! tem 'sermão' e foco em economia 18-08-2018 » Certeiro e ousado | Harmonize chocolate com vinho e impressione o 'date'; veja sugestões 18-08-2018 » Clima esquentou no debate | Marina ataca Bolsonaro sobre direitos da mulher 18-08-2018 » 3 palavras: Lula, armas, pesquisa | Em debate, Bolsonaro lê 'cola' feita na mão antes de pergunta a Marina Silva 18-08-2018 » Entre críticas e alfinetadas | Ataque a Lula e embate entre Meirelles e Boulos; veja frases do debate 18-08-2018 » Casal de cegos vive só em SP | 'A cegueira é só uma parte de mim, eu sou muito mais que tudo isso' 18-08-2018 » A dúvida que não cala no PT | O que acontece se a candidatura de Lula for definitivamente negada? 18-08-2018 » Turbinado com motor do EcoSport | UOL Carros destrincha Ford Ka Sedan Titanium, versão 'luxuosa' de R$ 71 mil 18-08-2018 » Petista tenta candidatura | Supremo deve ignorar documento de comissão da ONU favorável a Lula 18-08-2018 » 'Um estadista global' | Morre o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan, aos 80 18-08-2018 » Contra sarampo e polio | Campanha chega ao 'Dia D' com apenas 16% de crianças vacinadas
Publicidade
lab laboratorio intersorft centro medico sao gabriel clinica master
4 de junho de 2018

45% dos consumidores priorizam a compra de medicamentos genéricos

Imagem Reprodução

A possibilidade de economia sem riscos, proporcionado pelos medicamentos genéricos está fazendo com que grande parcela da população já considere essa opção na hora da compra. Os dados são resultados da pesquisa Análise do Perfil de Compra dos Shoppers em Farmácias – 2018, realizada pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada (IFEPEC), em parceria com a Unicamp e com o Instituto Axxus.

Segundo a pesquisa, o número de brasileiros que consideram essa opção na hora da compra é bastante expressivo, sendo que 45% dos consumidores apontara que adquiriram medicamentos predominantemente genérico, outros 55% compraram predominantemente os de marcas.

“Os genéricos já venceram uma desconfiança inicial e natural que enfrentaram no mercado e hoje já fazem parte das opções de escolhas dos consumidores, eles possuem um grande potencial competitivo por causa da economia que ele proporciona, sendo que os preços são fundamentais na escolha”, analisa Edison Tamascia, presidente da Febrafar, que encomendou a pesquisa.

Ele se refere ao fato de que a pesquisa também aponta a prioridade que o consumidor está dando ao preço em relação à marca na hora de adquirir medicamentos. Segundo a pesquisa, 33% dos consumidores, acabaram comprando produtos diferentes do objetivo inicial e metade desses clientes buscavam economia (50%).

“É importante reforçar, porém, que o cliente não está indo contra a indicação médica, mas sim buscando uma alternativa real, sendo que o genérico possui a mesma substância ativa, forma farmacêutica e dosagem que o medicamento de referência”, complementa Tamascia.

A pesquisa teve como objetivo apurar as características de compras de medicamento dos brasileiros, bem como o tipo de medicamento adquirido, o índice de intercambialidade de medicamento e os motivos que levaram a essa troca.

“Essa pesquisa comprova uma característica muito comum nos brasileiros que é não ser fiel ao produto que foi procurar em uma farmácia, ouvindo a indicação dos farmacêuticos. O principal fator de intercambialidade é o preço, demonstrando que o brasileiro se encontra mais preocupado com o bolso”, explica o presidente da Febrafar.

A pesquisa foi realizada com quatro mil consumidores de todos o Brasil que quando esses saíam das farmácias em que estiveram para efetuar a compra. A pesquisa foi realizada por 152 entrevistadores.


VOLTAR