70% dos diagnósticos de câncer de ovário ocorrem em fase avançada » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 01-06-2020 » Pandemia de coronavírus | Brasil bate 500 mil casos e torna-se epicentro da covid-19 no mundo 01-06-2020 » Domingo de manifestações | Bolsonaro sobre passeio a cavalo em ato no DF: 'Estarei onde o povo estiver' 01-06-2020 » Manifestações | Confrontos entre atos anti e pró-Bolsonaro marcam domingo tenso no país 01-06-2020 » Bandeira de grupo em ato | Associação entre bolsonaristas e a Ucrânia gera incômodo na Rússia 01-06-2020 » Contrariando Código Penal | Abraham Weintraub teve privilégio ao prestar depoimento dentro de ministério 01-06-2020 » Benefício de R$ 600 | Mais de 27 mil foragidos tiveram auxílio emergencial aprovado, revela TV 01-06-2020 » Nave da SpaceX | Após viagem de 19 horas, astronautas da Nasa chegam à ISS com capsula Dragon 01-06-2020 » Mostrado pela Globo | Youtuber desafia polícia a 200 km/h e diz que velocidade é 'fake' 01-06-2020 » Dados da Anatel | Na quarentena, TV paga perde 55 mil assinantes em abril 01-06-2020 » Perrone | Escapadas de F. Luís e Diego mostram reflexo negativo de treinos 01-06-2020 » Em área nobre de SP | Empresário acusado de violência doméstica xinga e ameaça PM 01-06-2020 » Televisão | Com menos destaque aos atos nos EUA, CNN perde da GloboNews 01-06-2020 » Mauricio Stycer | Cinco situações críticas para o jornalismo em apenas sete dias 01-06-2020 » Suspeita de covid-19 | Ex-juiz Nicolau dos Santos Neto morre aos 91 anos em São Paulo 01-06-2020 » Reprisado na SporTV | 'Quando o BR se acha favorito, é problema', diz Muricy sobre 7 a 1 01-06-2020 » De volta ao Flu | Fred pede volta de T. Silva, e Bittencourt apela para torcida 01-06-2020 » Sobre coronavírus | Como se manter informado sem sofrer 'overdose' de notícias 01-06-2020 » Tinham 19 e 20 anos | Dois ex-jogadores de futsal morrem em acidente de carro no PR 01-06-2020 » Briga entre os poderes | Gilmar: 'Votos não autorizam Bolsonaro a descumprir a Constituição' 01-06-2020 » Caso George Floyd | Motorista avança caminhão contra manifestação antirracista nos EUA
Publicidade
8 de maio de 2019

70% dos diagnósticos de câncer de ovário ocorrem em fase avançada

Foto Reprodução

Doença silenciosa que muitas vezes é confundida com problemas gastrointestinais, o câncer de ovário é menos incidente na mulher do que os de colo de útero e mama, contudo é considerado o tumor ginecológico que mais ocasiona mortes no planeta. Por ser uma doença silenciosa, mais de 70% dos diagnósticos ocorrem em estágio avançado, quando a doença já atingiu outros órgãos. Especialista no assunto, a oncologista Aknar Calabrich intensifica o alerta às mulheres nesta quarta-feira (8), Dia Mundial de Combate ao Câncer de Ovário. Ela explica que geralmente o tumor é silencioso porque “o ovário é um órgão solto dentro da cavidade abdominal”, por isso a semelhança com problemas gastrointestinais. “A partir do momento em que esse tumor vai se desenvolvendo, vai lançando células na superfície peritoneal, que fica dentro da cavidade abdominal. Os sintomas são o desconforto abdominal, alteração do ritmo intestinal. Uma má digestão, muitas vezes decorrente do acúmulo de líquido, o que a gente chama de ascite. Os médicos que geralmente iniciam a investigação são ginecologistas ou gastro, justamente pelos sintomas abdominais”, explica. De acordo com ela, mais de 70% das pacientes com câncer de ovário são diagnosticadas com a doença já em estágio avançado. “às vezes a paciente acaba fazendo outros exames como endoscopia, que não detecta nada. A investigação é com exame físico. E exame de imagem, de acordo com o que o médico achar no exame físico. Quando a gente fala de tumor no útero, na mama, têm métodos de prevenção. Para o câncer de ovário ainda não tem esse exame capaz de identificar precocemente”, afirma a oncologista. Aknar Calabrich chama a atenção também para o histórico familiar. Segundo ela, 20% dos tumores são decorrentes de síndromes genéticas hereditárias. “Pela estimativa do INCA [Instituto Nacional de Câncer], na Bahia está estimado 360 novos casos a cada 100 mil habitantes. A estimativa é de 6 mil novos casos no Brasil para o biênio 2018/2019”, detalha.


VOLTAR