‘A intenção dele sempre foi puxar Brumado para baixo’, afirma secretário de Saúde sobre as declarações de vereador oposicionista » Rede Acontece
Últimas
17-01-2019 » Inseparáveis | Por que você vai ouvir falar muito de Arielle, a coreógrafa da Anitta 17-01-2019 » Bem além da passarela | 5 lutas compradas por Gisele que a tornaram mais do que modelo 17-01-2019 » Discurso nos EUA; veja | Bolsonaro elogiado por Trump? No contexto, talvez não seja assim 17-01-2019 » Deputada e socialista | Por que Ocasio-Cortez é a mulher mais importante dos EUA? 17-01-2019 » Jack estava internada | Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos 17-01-2019 » Sexo sem tabu | 'Com 16 eu tinha cama de casal', diz youtuber Dora Figueiredo 17-01-2019 » Onda de violência no estado | Governador do CE pede a Moro reforço em segurança por reação de facções 17-01-2019 » Grito de carnaval da cidade | Shows do CarnaUOL serão em frente ao sambódromo de SP; veja atrações 17-01-2019 » Mercado financeiro | Bolsa sobe e fecha acima de 95 mil pontos pela 1ª vez; Taurus salta 14% 17-01-2019 » Brecha na segurança | Vazamento na web atinge 800 milhões de e-mails e senhas; veja se foi afetado 17-01-2019 » Educação | Economista que chamou docentes de manipuladores será coordenador do Enem 17-01-2019 » Reforma da previdência | Governo quer restringir acúmulo de pensão com aposentadoria 17-01-2019 » No Fórum de Davos, na Suíça | Guedes apresentará privatizações e Previdência como vitrines do Brasil 17-01-2019 » Senador eleito pelo PSL | MP do Rio usa Coaf como 'atalho' para burlar Justiça, diz Flávio Bolsonaro 17-01-2019 » Liminar parou investigação de Queiroz | Flávio Bolsonaro alega ter foro e pede anulação de provas do Coaf no STF 17-01-2019 » Normal ou cesariana? | Como disputas ideológicas no Brasil chegaram ao parto 17-01-2019 » UOL Líderes | País não sobreviverá sem reformas, diz vice da Microsoft América Latina 17-01-2019 » Celular, isqueiro, cabo USB... | Preso tenta voltar para a cadeia com 62 objetos no estômago em SC
Publicidade
12 de junho de 2018

‘A intenção dele sempre foi puxar Brumado para baixo’, afirma secretário de Saúde sobre as declarações de vereador oposicionista

Foto Rede Acontece

Crítico ferrenho da atual administração, sendo considerada hoje a “voz solitária” da oposição, o vereador Zé Ribeiro voltou a fazer questionamentos quanto à área de saúde municipal, os quais não deixaram de ter um posicionamento de esclarecimento do secretário municipal da pasta, Claudio Feres. Num tom mais agudo, ele asseverou que “infelizmente esse vereador que sempre puxou Brumado para baixo, mais uma vez, mostra que não conhece seu município e acaba, por falta deste conhecimento, falando o que não sabe. Da mesma forma que foi contra a implantação do serviço de hemodiálise agora vem questionar o serviço de saúde municipal sem conhecimento dos fatos”. E deu continuidade argumentando que “a saúde sempre foi e será uma das prioridades da administração, tanto que em 01 ano e meio de gestão já ampliamos a atenção básica do município em mais três equipes, implantamos o programa Melhor em Casa (atendimento de pacientes que podem ficar internados no conforto do lar). Atualmente estamos acompanhando 30 pacientes e temos potencial para 60, ampliamos a oferta de cirurgias eletivas, chegando a quase 200 cirurgias mês e zerando a fila de espera de cirurgia geral, ortopédica, urológica, plástica etc… Implantamos 20 leitos de UTI adulto e neonatal, assumindo 40% dos custos das UTIs que atendem a região de saúde e ajudamos a zerar a fila de espera da central de leitos de Vitória da Conquista, que regula os leitos de UTI da região”. E num tom ainda mais otimista citou que “em 2018 chegamos a marca de 32% de investimentos com recursos próprios em saúde, superando a média nacional que é 22,5%, está aí a prova incontestável do nosso compromisso com a saúde pública. Realmente a nossa UTI ainda carece de retaguarda de neurocirurgião, mas já solicitamos um credenciamento junto à SESAB para implantação de neurocirurgia no HMPMN, infelizmente foi negado, mas não iremos desistir”. E finalizou narrando que “ao invés de denegrir a imagem da saúde do município, o vereador deveria procurar saber ou até mesmo buscar apoio com seu deputado para o credenciamento da neurocirurgia para Brumado. Por fim o projeto Glaucoma, não somos nos os responsáveis pela desassistência, o Ministério da Saúde fez um corte significativo no programa e não definiu como ficaria o atendimento, atualmente acompanhamos 4800 pacientes e o recurso dá apenas para tratar 1600, portanto nosso problema não é um novo credenciamento e sim uma revisão do teto para os cinco estados do Nordeste (Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia e Alagoas) afetados com o corte. A OMS diz que 2 % da população tem glaucoma, a população afrodescendente tem maior propensão à doença, a região Nordeste tem uma população negra maior que a sul e sudeste, não podemos tratar igual regiões com características diferentes. Essa decisão do retorno do glaucoma não é uma decisão da secretaria de saúde de Brumado, esse recurso é dos 21 municípios pactuados e estamos lutando junto ao COSEMS e CONASEMS para rever essa situação com o MS. Então, para concluir, esse que se diz defender os interesses do povo nunca nos procura para que possamos esclarecer as dúvidas, ele prefere criticar, pois é o caminho mais fácil”.


VOLTAR