‘A paralisação continua forte’, declara coordenadora do sindicato dos docentes » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
3 de maio de 2019

‘A paralisação continua forte’, declara coordenadora do sindicato dos docentes


Foto: Reprodução/ADUNEB

O Sindicato dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (ADUNEB) afirmou que a greve permanece por tempo indeterminado. Em entrevista ao bahia.ba, nesta quinta-feira (2), uma das coordenadoras da associação Lilian Marinho assegurou que “a paralisação continua forte”. Os docentes reivindicam, em principal, recomposição salarial e aumento dos investimentos nas universidades estaduais. A paralisação começou no dia 9 de abril e completa, agora, 24 dias. De acordo com Lilian, o esforço atual é retomar a conversa com o governo ainda em estado de greve. “O governador Rui Costa, mesmo com a paralisação, conversava com a gente. Mas agora quer impor que saiamos da greve para dialogar”, reprova a coordenadora. Perguntada sobre a questão do corte de salários, Lilian disse que a decisão do governo “abalou” os docentes. No entanto, a restrição não é motivo para o fim da paralisação. “Não há indícios de que a gente saia da greve por causa disso”, afirma. Quanto às expectativas para as negociações, a coordenadora diz ter ciência de que nem todas as reivindicações serão atendidas. De acordo com ela, a conversa precisa ser retomada para definir quais pedidos serão concedidos, uma vez que “os dois lados devem ceder”. “O governador precisa ser sensibilizado de alguma forma para dialogar”, garante a coordenadora. Para isso, Lilian explicou que o sindicato tem tentado conseguir o apoio de instituições, autoridades e da sociedade civil. Nessa quarta-feira (1º), durante ato público no Farol da Barra, os docentes abordaram o senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), para falar sobre a causa. De acordo com Lilian, Wagner informou que marcará uma reunião com os docentes, provavelmente, na próxima semana. Ainda nesta quinta-feira (2), integrantes do Fórum das Associações Docentes das Universidades Estaduais da Bahia (ADs) se reúnem, em Vitória da Conquista, para indicar os próximos passos dos professores.


VOLTAR