'Achei que fosse bombinha', diz aluna que estava em escola atacada » Rede Acontece
Últimas
25-03-2019 » Caso na década de 70 | Mulher acusa João de Deus de tentar matá-la a tiros após estupro em Goiás 25-03-2019 » Crise no país vizinho | Com tropas, aviões militares russos pousam na Venezuela 25-03-2019 » Sebastián Piñera | 'Frases de Bolsonaro sobre ditadura são infelizes', afirma presidente do Chile 25-03-2019 » Após reunião com Bolsonaro | Líder do governo na Câmara critica 'velha política', cita Rodrigo Maia e acirra crise 25-03-2019 » Fez alusão à crise atual | FHC: Presidente que não entende força do Congresso pode cair 25-03-2019 » Na Noruega | 'Conseguimos', festejam passageiros de navio à deriva ao chegar em porto 25-03-2019 » Atua em ministério | Secretária trans do governo vê Brasil 'machista e homofóbico' 25-03-2019 » Sob grito de 'racistas' | Visita de deputados do PSL a aldeia no Rio acaba em confusão 25-03-2019 » Filiado ao PSDB | Prefeito de SP, Bruno Covas diz ser um 'radical de centro' 25-03-2019 » Ex-presidente | Governo paga R$ 50 mil a assessores de Lula, preso desde abril 25-03-2019 » 2 a 2 no Carioca | Botafogo empata com Americano-RJ e é eliminado; veja gols 25-03-2019 » Campeonato Paulista | Gustagol marca no fim, e Corinthians empata com Ferroviária em 1 a 1 25-03-2019 » Ganhou prêmio de R$ 3,9 mi | Peter Tabichi: veja quem é queniano eleito 'melhor professor do mundo' 25-03-2019 » Cem anos do fascismo | 'Perigo é que democracia vire repressão com apoio popular', alerta historiador 25-03-2019 » Cayenne Coupe | Porsche se rende à moda de SUV com perfil cupê e mostra rival para BMW X6 25-03-2019 » Campeonato Carioca | Fla faz 3 a 2 no Flu com ataque milionário inspirado; veja gols 25-03-2019 » Mais Paulistão | Benção de Raí e títulos: conheça jovem que brilhou pelo SP
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
13 de março de 2019

‘Achei que fosse bombinha’, diz aluna que estava em escola atacada

Foto Reprodução

“Estava saindo do banheiro quando ouvi um barulho de explosão, mas achei que fossem os meninos brincando de atirar bombinha. Eles sempre fazem isso. Mas ouvi outras dez, quinze explosões e então percebi que eram tiros”, conta Maria Paula Guimarães de Lima, de 16 anos, que estuda e estava na escola estadual Raul Brasil, em Suzano (SP). Segundo a estudante, antes de ir ao banheiro, ela tinha ido à secretaria da escola, onde os atiradores começaram a atirar. “Quando percebi que eram tiros de verdade e ouvi os professores gritando, voltei para o banheiro para me proteger. Havia umas dez pessoas se escondendo comigo, nós ficamos rezamos, pedindo para viver”, conta a estudante. Ela diz acreditar que ficou entre 30 e 40 minutos dentro do banheiro e só saiu do esconderijo minutos após os tiros cessarem. “A gente não sabia o que estava acontecendo. Eu peguei meu celular e liguei pra polícia e só saí de lá quando senti que não havia mais perigo”, conta. Maria Paula diz que a escola tinha algumas brigas entre alunos, mas “nada sério” e que tenha chegado à direção. “Eu estudo aqui há dois anos, nunca imaginei que isso pudesse acontecer. Eu gosto da minha escola, dos meus amigos, nunca pensei que alguém pudesse querer nos machucar”, contou a jovem, que estava do lado de fora da unidade de ensino, acompanhada da mãe.


VOLTAR