Amamentação cruzada: entenda os riscos ao bebê que mama em outra mãe » Rede Acontece
Últimas
23-10-2018 » Não quer gastar o 3G? | Veja como economizar dados móveis ao ver vídeos no YouTube 23-10-2018 » Equipe ficou exausta | Cena sem cortes de Demolidor precisou de 12 horas e sete takes 23-10-2018 » Design sedutor | Renault Mégane RS é o hot hatch que todos sonham no Brasil 23-10-2018 » Mutações | Se genoma é o mesmo, por que resultado de teste genético muda? 23-10-2018 » Meia do Palmeiras | Neymar pai tentou levar L. Lima ao Barça, mas saída de filho impediu 23-10-2018 » Presidenciável do PSL | Bolsonaro: 'Somos a garantia da liberdade e da democracia' 23-10-2018 » Candidato do PT | Falas radicais do clã Bolsonaro dão tração a articulação pró-Haddad 23-10-2018 » 'Não tenho alternativa' | Torturado por Ustra, vereador do PV rejeita PT e defende voto nulo 23-10-2018 » Fim da campanha | Bolsonaro desiste de ir, e Globo cancela debate de 6ª 23-10-2018 » Falta 1 mês para liquidação | Confira seis dicas dos especialistas para se dar bem na Black Friday 23-10-2018 » Entrevista com Monica de Carvalho | Diretora do Google é quem faz surgir produto que você pesquisou antes 23-10-2018 » Bolsonaro falou em 'banir vermelhos' | Estudiosos de genocídios fazem alerta a discurso de 'eliminar adversário' 23-10-2018 » Disputa governo do Rio | Há um mito de que juiz não pode ser político, diz Wilson Witzel 23-10-2018 » Hoje, às 18h10 | UOL, Folha e SBT promovem debates em São Paulo e Rio 23-10-2018 » Juiz de primeira instância | Sinalização de que Bolsonaro pode indicar Moro ao STF desagrada cortes 23-10-2018 » Forças no Congresso | Apoio a Maia para presidir a Câmara ganha força no PSL 23-10-2018 » O que prometem os candidatos | Veja quais são as propostas de Bolsonaro e Haddad para a economia
Publicidade
30 de janeiro de 2016

Amamentação cruzada: entenda os riscos ao bebê que mama em outra mãe

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

A Amamentação Cruzada antigamente era uma solução muito comum em nossa sociedade, daí a figura da ama de leite, que comumente amamentava o bebê da patroa durante anos. Por muito tempo inclusive o bebê ao nascer era imediatamente levado para a casa da ama de leite e só saia de lá grandinho, pois amamentar era tido como um ato mundano e só poderia ser feito por escravos ou pessoas das camadas mais baixas da sociedade. Engraçado observarmos como a cultura influencia neste tipo de decisão e como o ato de amamentar sempre foi um assunto envolto por questionamentos e crises na história da humanidade. Nos livros que falam sobre a época da escravidão encontra-se a conclusão de que muitas crianças eram contaminadas por doenças que são transmitidas através do Leite Materno. É claro que a vida insalubre dos escravos era um forte elemento que determinava que as próprias escravas se contaminassem facilmente por doenças sérias, apresentando riscos à saúde de seus filhos e dos filhos dos patrões. Hoje em dia, com os avanços da medicina sabemos que doenças como a AIDS e Hepatite são transmissíveis através do Leite Materno. Os processos de doação de leite humano nos Bancos de Leite passam toda uma tecnologia de testes e avaliação de uma possível contaminação do leite materno. O melhor é se informar e também conversar com o pediatra para ver qual é a decisão mais segura a se tomar, que não apresente nenhum risco ao bebê e sua saúde. Por isso tudo, um ato que passaria como algo de extrema generosidade e delicadeza, que é o de uma mulher oferecer seu leite para o filho de outra, tem que ser avaliado e acompanhado por profissionais da saúde.


Tags:
VOLTAR