Amamentação previne alergias e intolerâncias na infância » Rede Acontece
Últimas
19-07-2018 » Kefir, biomassa de banana... | Febre dos prebióticos e probióticos: ciência ainda discute sua eficácia 19-07-2018 » Presos na Papuda | Geddel e Luiz Estevão vão para segurança máxima no DF 19-07-2018 » Após rumores | Chay Suede nega romance com colega de novela 19-07-2018 » 'Tinha medo de ir e vir' | Nívea Stelmann diz por que trocou o Brasil pelos EUA 19-07-2018 » 'Não me entendem' | Galvão esclarece se vai se aposentar das narrações 19-07-2018 » Manteiga? Não! | O que você jamais deve usar como lubrificante no sexo 19-07-2018 » Candidato isolado | Bolsonaro tenta salvar aliança com general 19-07-2018 » Melhores da América Latina | Documentário do UOL sobre gays na Rússia concorre ao WAN-IFRA 19-07-2018 » "Dr. Bumbum" é preso no Rio | Foragido após morte de cliente, médico foi detido na Barra da Tijuca 19-07-2018 » Celulares podem ficar mais caros | Além de pagar multa recorde, Google deverá mudar Android; entenda 19-07-2018 » Ataque de tubarão é investigado | Adolescentes são mordidos enquanto mergulhavam em Nova York 19-07-2018 » Comic-Con sem Marvel nem GoT | O que esperar da maior feira de cultura pop, em San Diego (EUA)? 19-07-2018 » Como você é fiscalizado | Polícia não usa drone para multar quem fala ao celular enquanto dirige 19-07-2018 » Eleições 2018 | Centrão segura apoio a Ciro e tucanos aguardam 19-07-2018 » Filofobia | O que é e como superar o medo patológico de se apaixonar e formar laços 19-07-2018 » Ex-presidente preso | CNJ intima Moro e desembargadores sobre decisões na prisão de Lula 19-07-2018 » Tumulto no centro | SP: Usuários atacam motoristas após ação da GCM na Cracolândia 19-07-2018 » De galã teen a rei do rap | Como Drake se transformou no músico mais popular do mundo 19-07-2018 » SP x Corinthians | Aguirre confirma Jucilei fora do clássico; Rojas vai jogar 19-07-2018 » Refis | Receita cancela adesão de 700 "viciados" em renegociar dívidas
Publicidade
intersorft supermercado centrel grafica bandeirante clinica master centro medico sao gabriel lab laboratorio
18 de fevereiro de 2016

Amamentação previne alergias e intolerâncias na infância

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Poucos meses após o parto, a publicitária Priscila Brasileiro percebeu que Bárbara sofria com as cólicas constantes e que Gabriel parou de ganhar peso e apresentava refluxo. Após vários exames, os gêmeos, hoje com dois anos e meio, foram diagnosticados com alergia à proteína do leite. Os irmãos fizeram tratamento e já estão livres do problema. A alimentação é normal, mas Priscila lembra do sufoco que passou, principalmente no caso do Gabriel. “Acredito que a alergia dele foi mais forte porque o Gabriel não mamou no peito”, disse ela. O menino não pode mamar devido a uma pequena complicação no parto. A análise da publicitária, segundo a pediatra do Hapvida, Roberta Martins, está correta: a amamentação inadequada dos bebês aumenta a probabilidade de a criança desenvolver alergia ou intolerância à lactose. “Cada vez mais, as alergias estão se tornando precoces porque, muitas vezes, o aleitamento materno não é o adequado. A mãe, com um ou dois meses, já introduz o leite ‘artificial’.Se a criança fosse amamentada exclusivamente até os seis meses, ela não desenvolveria a alergia”, afirma a médica. A também pediatra do Hapvida, Germana Denes observa ainda que o leite da mãe ajuda na prevenção de outras doenças, além da alergia à lactose. “O aleitamento previne alergias em geral, obesidade, hipertensão e várias outras doenças. É a primeira vacina da criança”, explica a especialista. Alergia e intolerância: Segundo as especialistas, a diferença entre alergia e intolerância é o tipo de resposta que o organismo tem quando está em contato com o alimento. Na alergia, há uma resposta imunológica imediata e mais intensa, com sintomas mais agressivos, enquanto na intolerância o organismo não consegue digerir ou metabolizar o alimento. “A intolerância, geralmente, não se manifesta tão cedo. A criança vai desenvolvendo sintomas que denotam a deficiência de alguma enzima”, afirma a pediatra Roberta Martins. A alergia é mais comum do que a intolerância. Sintomas e tratamento: Os principais sintomas da alergia alimentar na infância são diarreia, inchaço na barriga, dor abdominal, cólicas, enjoo, vômito, placas avermelhadas na pele e inchaço dos lábios, olhos e língua. No caso da intolerância, a dor abdominal moderada é o mais comum. “É importante que os pais estejam sempre atentos aos sintomas e procurem o especialista imediatamente”, ressalta a médica Roberta Martins. A pediatra afirma que, num primeiro momento, a forma adequada de tratamento é a exclusão do alimento da dieta da criança. “Existem outros tipos de leite, com fórmulas hidrolisadas, sem proteína, sem lactose, que podem substituir o tradicional”, destaca Roberta. Aos poucos, e com acompanhamento médico, o leite pode ser reintroduzido na dieta da criança. Outros alimentos : De acordo com a nutricionista Tanara Ferreira, do Hapvida, além do leite de vaca, as alergias alimentares podem se desenvolver por meio do trigo, soja, ovos, amendoins, castanhas e frutos do mar. Por isso, segundo ela, esses alimentos não podem ser inseridos precocemente na rotina alimentar das crianças. “Após o sexto mês de vida, os pais devem iniciar pelas frutas, cereais, verduras, carne vermelha, frango e feijão. Do sétimo ao 11º mês, alimentos como papa salgada e ovos, gradativamente, podem passar a compor a dieta da família”, explica a nutricionista. Grupos de discussão: Após aparecer os sintomas de alergia à lactose nos filhos Bárbara e Gabriel, Priscila Brasileiro passou a frequentar grupos de discussão sobre o assunto e criou um blog para incentivar a troca de ideias com outros pais.


VOLTAR