Após centrão apoiar Alckmin, Neto confirma que DEM bate martelo dia 26 sobre o tucano » Rede Acontece
Publicidade
22 de julho de 2018

Após centrão apoiar Alckmin, Neto confirma que DEM bate martelo dia 26 sobre o tucano

Foto Rede Acontece

Na quinta-feira (19), a cúpula do centrão decidiu que vai apoiar Geraldo Alckmin (PSDB), isolando Ciro Gomes (PDT) na disputa pela Presidência da República. O anúncio oficial do acordo só deve ocorrer na próxima quinta (26). Até lá, os comandos de DEM, PP, PR, SD e PRB também vão bater martelo sobre o assunto. “Nós temos a articulação de alguns partidos do centro democrático brasileiro, as conversas com o governador Geraldo Alckmin avançaram bastante. Eu participei destes dois últimos dias dos ajustes destas conversas e, nós agora temos a última semana deste processo de debate, no meu caso, quarta-feira à noite eu realizo a reunião da executiva nacional do Democratas para submeter o encaminhamento do apoio do Geraldo. Caso haja esta aprovação, na quinta-feira, pela manhã, nós estaríamos prontos para anunciar o apoio ao pré-candidato Geraldo Alckimin”, afirmou ACM Neto, presidente nacional do DEM.

De acordo com o prefeito de Salvador, os outros partidos devem cumprir este mesmo cronograma e “o que nós combinamos foi aproveitar os primeiros dias da próxima semana e este final de semana para fazer as consultas internas em cada um dos partidos e na quinta-feira pela manhã anunciar o apoio”. “Algumas questões estaduais estão sendo tratadas e precisarão ser equacionadas até o anúncio oficial, que a expectativa oficial é que deva acontecer no dia 26, quinta-feira”, reassaltou o demista.

Questionado sobre a possibilidade do DEM não aceitar o apoio a Alckmin, o prefeito não descartou esta hipótese, mas revela que a decisão já está tomada. “Nós estávamos conversando com os três principais candidatos do Centro – Álvaro Dias, Ciro Gomes e Geraldo e depois de muita reflexão nós percebemos que há um alinhamento programático mais próximo com as propostas do pré-candidato Geraldo Alckmin e é por isso que ele passou a ter prioridade na articulação deste grupo. Agora não posso dizer que está fechado. Está em caminho de fechamento e a tendência é que fechemos com ele. Mas, existem os últimos ajustes que precisam ser tratados”.


Tags:
VOLTAR