Apuração da eleição em 2018 poderá ter “retardo”, alerta presidente do TRE-BA » Rede Acontece
Últimas
23-10-2018 » Presidenciável do PSL | Bolsonaro promete R$ 10 bi à ciência e quer astronauta ministro 23-10-2018 » Após fala de Eduardo | Em carta a Celso de Mello, Bolsonaro diz prestigiar STF 23-10-2018 » Candidato do PT | Duas semanas após 1º turno, Marina Silva declara 'voto crítico' em Haddad 23-10-2018 » Marcado para 24 de outubro | TRF-4 nega pedido de Vaccari para adiar julgamento de Palocci 23-10-2018 » 'Marginais vermelhos' | PT anuncia ações contra Bolsonaro por apologia ao crime após discurso 23-10-2018 » Campeonato Brasileiro | Santos marca no fim e empata com Inter por 2 a 2; assista aos gols 23-10-2018 » Ministério do Trabalho | 2017: Salário médio das mulheres cresce mais que de homens 23-10-2018 » Não é só Remy | Relembre mortos que 'ressuscitaram' do autor de Segundo Sol 23-10-2018 » SUVs | Jeep Renegade mudado e novos rivais: como fica o mercado 23-10-2018 » Personalidade forte | Sassá, F. Melo: futebol evolui, mas jogadores indomáveis resistem 23-10-2018 » Papo com o técnico | Renato Gaúcho: Grêmio pode encarar o Real de igual para igual 23-10-2018 » Desfila na SPFW | 'Tento me posicionar de uma forma mais sutil', diz Camila Queiroz 22-10-2018 » Submundo do marketing político | Como opera o mercado ilegal de santinhos virtuais via WhatsApp 22-10-2018 » Mais votado no 1º turno no AM | Wilson Lima tem respaldo de grupo de comunicação e apoia Bolsonaro 22-10-2018 » Opositor do regime morto na Turquia | As versões dadas pela Arábia Saudita até admitir assassinato de jornalista
Publicidade
16 de julho de 2018

Apuração da eleição em 2018 poderá ter “retardo”, alerta presidente do TRE-BA

Foto: Reprodução

O presidente do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, destacou em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (16) que a Justiça Eleitoral está se debruçando para evitar possíveis problemas durante a condução do pleito marcado para o dia 7 de outubro. Indagado sobre defeitos que poderão ser registrados no sistema eletrônico durante a votação, sobretudo na questão da biometria, ele admitiu que contratempos poderão ocorrer.

“É uma preocupação do TRE e do TSE a necessidade do sistema está funcionando a contento e demasiadamente bom para atender [o eleitorado]. Então, nós acreditamos que haja um certo retardo na conclusão da apuração das eleições. Esperamos que não, mas isso é uma previsão. O TSE tem se debruçado constantemente sobre esse problema para que o processo eleitoral, no dia eleição, se desenvolva da melhor forma possível”, disse.

Ele lembrou que os eleitores de Salvador que não fizeram o recadastramento biométrico já tiveram o título cancelado. “Esse eleitor só poderá reascender à condição de eleitor se forem submetidos à revisão extraordinária, a partir do dia 5 de novembro”, explica.


VOLTAR