Aretha Franklin é velada com caixão de ouro e salto alto vermelho » Rede Acontece
Últimas
26-03-2019 » Solto por decisão do TRF-2 | Ex-presidente Michel Temer é solto no Rio após 4 dias de prisão 26-03-2019 » Encontro em Boston | Mourão vai se reunir com imigrantes brasileiros nos EUA 26-03-2019 » Nego Ney | Como funkeiro mirim embala o Fla em fase decisiva da temporada 26-03-2019 » SP e Curitiba | Justiça nega entrada de menores de 10 anos em show de P. McCartney 26-03-2019 » Aposentadoria | Brasileiro vive quase tanto quanto alemão e para 10 anos antes 26-03-2019 » Governador do Rio | Witzel é intimado por dívida de R$ 115 mil com ex-sogra 26-03-2019 » Tríplex do Guarujá (SP) | Lula pede que STJ anule condenação e envie caso à Justiça Eleitoral 26-03-2019 » Conflito pela reforma | Líder do PSL critica articulação do governo na Previdência 26-03-2019 » Ministro da Casa Civil | Onyx encomenda extinção de conselhos participativos do Meio Ambiente 26-03-2019 » Ele diz que vai recorrer | Tribunal afasta ex-ministro Carlos Marun do Conselho de Itaipu 26-03-2019 » Baixa no alto escalão da pasta | Secretária de Educação Básica pede demissão do MEC 26-03-2019 » Chef duas estrelas Michelin | O sonho do restaurante normalmente vira pesadelo, diz Ivan Ralston 26-03-2019 » Barragem da Vale em alerta | Moradores de Barão de Cocais (MG) relatam noites sem sono 26-03-2019 » 'Ele era meu melhor amigo' | Jovem revela como usou o Facebook para avô confessar abuso 26-03-2019 » Amistoso em Praga nesta 3ª | Mauro Cezar: Crédito popular pré-Copa de Tite acabou, e Brasil precisa "performar" 26-03-2019 » Celebração em 31 de março | Bolsonaro determinou "comemorações devidas" do golpe de 1964, diz porta-voz
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
29 de agosto de 2018

Aretha Franklin é velada com caixão de ouro e salto alto vermelho

Foto Reprodução

Fãs de Aretha Franklin se organizam em longas filas na última terça-feira (28) para homenagear a cantora americana, que é velada com em caixão aberto na cidade de Detroit. É o início de uma cerimônia que durará quatro dias. Amada por milhões de pessoas em todo o mundo, a chamada rainha do soul morreu em 16 de agosto, depois de uma carreira 60 anos que a transformou em uma das artistas mais célebres dos Estados Unidos, também reconhecido por sua militância pelos direitos civis. Nesta terça-feira (28), um cortejo de homens de luvas brancas levou um caixão de ouro com a artista ao Museu de História Afro-americana Charles H. Wright, onde fãs acamparam a noite toda para dar o último adeus a Franklin, segundo informou a imprensa local. Para a cidade no estado americano de Michigan, viajaram fãs de todas as partes, que esperavam sua vez do lado de fora do museu, sob um sol escaldante, alguns com camisetas de Aretha. Na última quinta (30), Stevie Wonder faz um show em homenagem a Aretha, no Greater Grace Temple, onde também se apresentará Jennifer Hudson. Personalidades como Smokey Robinson, Jesse Jackson e o ex-presidente americano Bill Clinton também devem comparecer ao velório. A cantora de gospel, soul e R&B, que morreu aos 76 anos, influenciou gerações de cantores com sucessos como “Respect” (1967), “Natural Woman” (1968) e “I Say a Little Prayer” (1968). Em 2005, recebeu a medalha presidencial da liberdade, a maior honra para um civil nos Estados Unidos, das mãos do então presidente George W. Bush. Em 2010 sofreu graves problemas de saúde, mas continuou se apresentando até o ano passado. Seu último show aconteceu em novembro de 2017, em Nova York, para arrecadar fundos para a fundação de luta contra a Aids de Elton John. Franklin morreu em decorrência de um câncer no pâncreas.


VOLTAR