Ativista que ajudou a denunciar João de Deus é encontrada morta na Espanha » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 12-08-2020 » Ator | Marcos Caruso revela que é bissexual e que tem tesão no 'olhar' 12-08-2020 » 'Não desejo a ninguém' | Vivi Brunieri diz que ganhou R$ 500 mil para fazer filme pornô 12-08-2020 » Surpreendeu o casal | Alok e Romana: chá revelação tem fumaça no prédio vizinho 12-08-2020 » Jogo da Champions | Alê Oliveira volta a transmissões da TNT após desgaste e veto 12-08-2020 » Visual do ex-BBB | Victor Hugo faz harmonização facial e diz ter perdido 15 kg 12-08-2020 » Ex-BBBs na Playboy | Natália confirma temperatura elevada em ensaio com Fani 12-08-2020 » Tati Bernardi | O real da paixão é a impossibilidade 12-08-2020 » Reinaldo Azevedo | Dallagnol acusa STF, mas se quer intocável! 12-08-2020 » Sandra Caselato | Precisamos reconhecer que somos imperfeitos 12-08-2020 » Flávio Dino | Emprego: Brasil precisa de gestos de grandeza 12-08-2020 » M. C. Trevisan | Bolsonaro só confirma racismo seu e do governo 12-08-2020 » Entendendo Bolsonaro | Como narrativa bolsonarista ganhou palco 12-08-2020 » Chico Alves | A vida do contador do Bolsonaro não é fácil 12-08-2020 » Luciana Bugni | Deborah Secco e seios: há idade pra biscoitar na rede? 12-08-2020 » Ricardo Cavallini | Novas tecnologias: é preciso de regra antes de problema 12-08-2020 » Josias de Souza | Guedes sonegou aos microfones o essencial 12-08-2020 » Nizan Guanaes | Novena de Santa Terezinha na web tem 1.100 haters 12-08-2020 » H. Schwartsman | Renda do povo e centrão: Bolsonaro tem futuro? 12-08-2020 » Rafael Capanema | Um pouco de poesia a um vírus sem solução 12-08-2020 » Pablo Ortellado | Empatia promove a intolerância política, diz estudo
Publicidade
3 de fevereiro de 2019

Ativista que ajudou a denunciar João de Deus é encontrada morta na Espanha

Foto Reprodução

Umas das ativistas que ajudou mulheres a desmascarar abusos sexuais do médium João de Deus e Prem Baba, além de ser responsável por ajudar a cantora Meloddy na carreira, Sabrina Bittencourt, 38 anos, foi encontrada morta neste sábado (2), na Espanha, onde morava. Em nota à imprensa, assinada por Maria do Carmo Santos, presidente da ONG Vitimas Unidas, com a qual Sabrina trabalhava, informou que Sabrina cometeu suicídio. “O grupo Vítimas Unidas comunica com pesar o falecimento de Sabrina de Campos Bittencourt ocorrido por volta das 21h deste sábado, 02 de fevereiro, na cidade de Barcelona, na Espanha, onde vivia atualmente. A ativista cometeu suicídio e deixou uma carta de despedida relatando os porquês de tirar sua própria vida…. A luta de Sabrina jamais será esquecida e continuaremos, com a mesma garra, defendendo as minorias, principalmente as mulheres que são vítimas diárias do machismo”, escreveu Maria do Carmo. Sabrina chegou a deixar uma carta aberta em seu Facebook, mas depois apagou. Nela, a ativista disse que fez o possível e que estaria se juntando à vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018. “Sei no meu íntimo que todo menino nasceu puro e foi abusado, corrompido, machucado, moldado, castrado, calado, forçado a fazer coisas que não queria, até se converter talvez, cada um à sua maneira, em tiranos manipuladores (em maior ou menor grau) que ao não controlar os próprios impulsos, tentam controlar a quem consideram mais frágil e assim praticam estupros, pedofilia? Eu sei, eu sinto, eu vi. Mas ainda assim, preferi sempre ficar do lado mais frágil nesta breve existência: mulheres, crianças, idosos, jovens, povos originários, afrodescendentes, refugiados, ciganos, imigrantes, migrantes, pessoas com deficiência, gays, pobres, lascados, fudidos, rebeldes e incompreendidos?”, dizia o desabafo. Gabriel Baum, filho de Sabrina, também usou a rede social para pedir que as pessoas não permitam que a imagem da mãe seja manchada, afirmou que Sabrina lhe disse que seria “a próxima” depois de Marielle e que deixou um material organizado “com provas”. “Minha mãe lutou até o final, ela não desistiu. Ela só se libertou do inferno que estava vivendo”, escreveu


Tags:
VOLTAR