Autoridades sanitárias dos EUA pedem medidas preventivas perante zika vírus » Rede Acontece
Últimas
21-08-2018 » Cotação em alta | Mercado especula com eleição, e dólar opera perto de R$ 3,97 21-08-2018 » Ex-presidente é candidato | Para acelerar caso Lula, Barroso pode abrir mão de prazos no TSE 21-08-2018 » Chove, mas continua seco | Imagens de satélite mostram que estiagem impera na maioria do NE 21-08-2018 » Uma alternativa pouco conhecida | Não tem fiador? Título de capitalização pode servir para garantir aluguel 21-08-2018 » Ideia é repetir Donald Trump | Bolsonaro diz que cometeu ato falho e que jamais pensou em sair da ONU 21-08-2018 » O craque de 13 patrocinadores | Por contrato, Neymar destina 85% do lucro com publicidade aos pais 21-08-2018 » Nova Blazer, Argo 'Cross' e mais | Confira os carros que serão lançados no Salão de São Paulo 2018 21-08-2018 » Jornalismo | Morre aos 61 anos Otavio Frias Filho, diretor de Redação da Folha 21-08-2018 » Pesquisa Ibope | Suplicy tem 28%, Covas, 17%, e Olimpio, 15% para Senado em SP 21-08-2018 » Caso Letícia Almeida | Ex-cunhada fala sobre traição de atriz e cita perdão 21-08-2018 » TV cita 'renovação' | Domingão do Faustão tem cinco bailarinas demitidas 21-08-2018 » Após oito anos | Narrador do SporTV é dispensado: 'Fui pego de surpresa' 21-08-2018 » Reality volta hoje | 5 participantes que se rebelaram contra o MasterChef 21-08-2018 » Pirâmide de sucessos | Como Goiânia virou o mais importante mercado do sertanejo 21-08-2018 » Multa e saída gratuita | Leila fala em prejuízo de R$ 100 mi com Barrios no Palmeiras 21-08-2018 » Seu corpo | Por que sentimos mais fome quando está frio? 21-08-2018 » Guerra contra a hora extra | Japão está pedindo que trabalhadores tirem uma manhã de 2ª de folga 21-08-2018 » Luto além do jornalismo | Como dramaturgo, Otavio teve sucessos e fracassos 21-08-2018 » Trajetória | Otavio esteve à frente da campanha pelas Diretas Já 21-08-2018 » Refrigerante importado? | Sem subsídio na Zona Franca, Coca-Cola ameaça deixar Brasil
Publicidade
clinica master lab laboratorio intersorft centro medico sao gabriel
22 de janeiro de 2016

Autoridades sanitárias dos EUA pedem medidas preventivas perante zika vírus

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Autoridades sanitárias dos Estados Unidos aconselharam a população a tomar medidas preventivas perante o risco de contágio do vírus de zika, especialmente as mulheres grávidas, enquanto é investigado o possível vínculo da doença com o nascimento de bebês com microcefalia. “Até que se tenha mais informação, como precaução, estamos recomendando que todas as mulheres grávidas e as que estão tentando engravidar não viagem às áreas afetadas e as que vivem nas áreas afetadas, que tomem medidas especiais”, disse à Agência Efe Diana Valencia, cientista do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. Em 2015, o Brasil reportou um surto significativo do vírus e a possível associação com uma infecção durante a gravidez, que teria afetado bebês que nasceram com microcefalia, de acordo com o especialista, que no entanto afirma que ainda é necessário realizar mais pesquisas para esclarecer o vínculo. Os especialistas do CDC trabalham atualmente em coordenação com outras agências de saúde para definir o caminho a seguir quanto à pesquisa, diagnóstico, tratamento, vacinas e campanhas informativas.O especialista explicou que por enquanto a prevenção é a única forma de evitar o contágio e as consequências da doença porque não existe uma vacina e nem um tratamento específico para tratá-la. “Não existe vacina e nem tratamento específico para o zika, a única alternativa é se concentrar em tratar os sintomas e que visitem o médico, sobretudo se estiverem grávidas para poder fazer o exame de detecção e dar seguimento à gravidez”, disse. O CDC emitiu nesta semana novas diretrizes com relação ao diagnóstico do vírus, entre as quais recomenda realizar o exame de detecção de zika em mulheres grávidas que tenham viajado às zonas afetadas e apresentem os sintomas da doença. Esta nova diretriz se soma ao alerta feito na semana passada pelo CDC, que adverte sobre o risco de viajar para 14 países da América Latina e o Caribe onde foram registrados contágios do vírus, com ênfase nas mulheres grávidas. Os territórios incluídos no alerta são Brasil, Colômbia, El Salvador, à Guiana Francesa, Martinica, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Suriname, Venezuela e Porto Rico. Até agora, nos Estados Unidos só foram registrados casos importantes no Texas, Flórida e Illinois.


Tags:
VOLTAR