Bahia: Ataques a bancos têm menor média dos últimos seis anos » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 20-05-2019 » Movimento xamânico | Indígenas usam turismo e ayahuasca por dinheiro e segurança na mata 20-05-2019 » Plano do governo Bolsonaro | Reserva que seria 'nova Cancún' tem golfinho isolado e área pequena 20-05-2019 » Reconhece sozinho o seu rosto | Com reconhecimento facial, vigia estilo anime ganha 'vida' no Japão 20-05-2019 » Relações exteriores | Apesar da promessa de Trump, Brasil não espera apoio formal à entrada na OCDE 20-05-2019 » Nível máximo de alerta em MG | Barragem em risco de desmoronamento cria 'terrorismo psicológico' 20-05-2019 » Brasileiro | Carille valoriza vitória fora de casa e minimiza pressão do Athletico 20-05-2019 » Acabou neste domingo | Game of Thrones tem final agridoce; saiba como a série termina 20-05-2019 » Confirmou oferta | Drogba explica por que não fechou com o Corinthians em 2017 20-05-2019 » Assista aos gols | Ceará faz 2 a 1 e mantém Grêmio na zona de rebaixamento 20-05-2019 » PM diz apurar o caso | Vídeo mostra PM dando voadora em moradores da Brasilândia, em SP 20-05-2019 » Está fazendo 'drama' | Janaina Paschoal se diz contra manifestações de apoio a Bolsonaro 20-05-2019 » Estreia de Luxemburgo | Com gol aos 49 min do 2º tempo, Avaí empata com Vasco por 1 a 1 20-05-2019 » Josias de Souza | Gestão da guerra, pela guerra e para a guerra 20-05-2019 » Mauricio Stycer | Globo e Record usam novelas contra crises 20-05-2019 » H. Schwartsman | Críticas de Bolsonaro servem para seu governo 20-05-2019 » Flávio Ricco | Record mira profissionais da Band 20-05-2019 » F. Torres | No Brasil, a mudança se deu com os milicos 20-05-2019 » Flávio Prado | Enquanto Sampaoli vai mal, Diniz vai bem 20-05-2019 » Mariliz P. Jorge | Não fui criada para ir ao supermercado 20-05-2019 » R. A. Pereira | Idiotas úteis são o melhor tipo de idiota
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
16 de abril de 2019

Bahia: Ataques a bancos têm menor média dos últimos seis anos

Foto: Alberto Maraux

De 22,2 casos por mês para 5,3. Esta foi a escala de redução dos casos de ataques a instituições financeiras, levando em conta os três primeiros meses do ano, de 2014 até 2019. Este ano tem apresentado a menor média/mês desde 2014. Ao comparar os registros de 2019 e 2018, no trimestre, a redução é de 33,3%, passando de 24 casos no ano passado para 16 este ano. A prisão 30 pessoas de quadrilhas especializadas nesta modalidade de crime e o trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar, unidos às ações de inteligência têm contribuído para o alcance dos índices, os menores dos últimos anos. “É um trabalho árduo, minucioso e de inteligência, que precisa ser divulgado, da mesma forma que são noticiados prejuízos causados pelas ações criminosas. Porque os índices só caíram graças a muito suor dos nossos policiais, seja na repressão do dia a dia, realizado pela Polícia Militar, ou pela identificação das quadrilhas e posterior prisões, pela Polícia Civil”, comentou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Foto: Alberto Maraux

Também não esqueceu de atribuir a redução à parceria com outras forças de segurança como as polícias Federal e Rodoviária Federal, além das polícias de outros estados. Após o ano de 2014, quando a média trimestral foi de 22,2 casos, o ano de 2015 obteve o maior número de ataques, 25. Nos anos seguintes, a média entrou em constantes reduções, passando para 10 registros em 2016, 7,6 em 2017, 8% em 2018, até atingir o seu menor índice: 5,3 em 2019. A produtividade policial neste primeiro trimestre também resultou na apreensão de 13 armas com os grupos especializados, dentre elas um fuzil. Nove assaltantes também foram retirados de circulação, após entrarem em confronto direto com as unidades das polícias Militar e Civil.


VOLTAR