Bahia pode ficar sem transmissão de jogos na TV no Brasileirão 2019 » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 29-05-2020 » Os Canalhas | Silvio Luiz cita J. Jesus e cobra mais humildade do futebol brasileiro 29-05-2020 » Bruno Guimarães endossa Neymar | Assim como o menino da vila, o meio-campista achou futebol francês 'duro' 29-05-2020 » Análise - Lei em Campo | Clubes que acabarem com time feminino podem não disputar a Libertadores 29-05-2020 » Assista a partir das 19h | Hoje tem pré-estreia da nova série 'Drauzio em Campo: Amazônia' 29-05-2020 » Durante ditadura | Documento derruba suspeita de que Raul teria delatado P. Coelho 29-05-2020 » Música hoje na web | Lives de sexta: Matheus e Kauan, Felipe Araújo, Salgadinho, Ret e mais 29-05-2020 » Telejornalismo | Gottino se demite da CNN Brasil e volta à Record como estrela 29-05-2020 » Quarentena | Justiça suspende liminar que reabriria loja da Havan em SP 29-05-2020 » Sem luvas | Tyson vai receber US$ 20 milhões por volta; compare lutas 29-05-2020 » Hoje, a partir das 17h | Estúdio UOL em Casa: 5 fatos que você não sabia sobre Melim 29-05-2020 » Jogo contra Juventus | Por que título de 51 do Palmeiras não passa na TV e como ver imagens 29-05-2020 » Com Steve Carell | 'Space Force' não é 'The Office no espaço', mas vai te divertir 29-05-2020 » Caso Bilynskyj, em SP | Secretaria: Polícia errou ao contar fuzil a mais em casa de delegado 29-05-2020 » Carlos Affonso | Opinião: Brasil não precisa importar nova regra de Trump sobre redes sociais 29-05-2020 » Mercado de videogames | Preço do Switch mais do que dobra desde janeiro, e situação pode ficar muito pior 29-05-2020 » Mercado financeiro | Investe em fundos? O imposto come-cotas tirará um pouco do seu ganho hoje 29-05-2020 » Sevilla x Betis dia 11 | Espanhol oficializa retorno com clássico e jogos em quase todos os dias 29-05-2020 » Coronel vai chefiar a Funasa | Governo dá a partido do centrão presidência de órgão bilionário da Saúde 29-05-2020 » Entrevista ao UOL | Blefando, Bolsonaro acha que vai fazer o Supremo se ajoelhar, diz Dirceu 29-05-2020 » Tratava um câncer | Jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morre aos 63 anos em São Paulo
Publicidade
14 de setembro de 2018

Bahia pode ficar sem transmissão de jogos na TV no Brasileirão 2019

Foto: Reprodução

O Bahia pode ficar sem a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro de 2019 por causa do imbróglio referentes aos contratos de exibição das partidas. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a TV Globo, que tem os direitos de transmissão, já admite a possibilidade de a competição ser “desfalcada” e não ter todos os 380 confrontos transmitidos. Além do Esquadrão de Aço, passam pelo mesmo problema Atlético-PR e Palmeiras.

A situação envolve os contratos para exibição de jogos no período de 2019 a 2024 na TV aberta e nos canais pay-per-view (PPV), sistema em que o consumidor pode comprar uma partida avulsa ou o pacote completo do campeonato. O Esporte Interativo, que tem contrato para transmissão em TV fechada com o tricolor, anunciou o fim das operações no Brasil em agosto.

De acordo com a Lei Pelé, os direitos de transmissão pertencem às duas equipes envolvidas em cada jogo. Com isso, a situação atual é de que 108 dos 380 jogos (28%) do Brasileirão de 2019 não poderão ser transmitidos nem pelo PPV nem pela TV aberta.

Segundo o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, o tricolor já planeja as finanças sem o acordo com a emissora carioca. “Em 2018 vamos ter um faturamento perto de R$ 128 milhões. No ano que vem, sem a Globo, deve cair para R$ 95 milhões. Será uma queda, claro, mas temos de conviver com isso”, afirmou. “Se tiver mesmo de acontecer de ficar sem jogos na televisão, vejo como um processo natural”, disse.

“É possível considerar o cenário no qual a gente transmita o campeonato parcialmente”, afirmou ao jornal o diretor de direitos esportivos da TV Globo, Fernando Manuel Pinto. Ele explicou que tenta fechar acordo com as equipes que restam: “Logicamente, só transmitiremos os jogos sobre os quais tenhamos os direitos, remunerando os clubes sob um acordo que esteja vigente.”


VOLTAR