Bahia pode ficar sem transmissão de jogos na TV no Brasileirão 2019 » Rede Acontece
Últimas
19-11-2018 » Após 'drama' do cabelo | Marina Ruy Barbosa supera castigo e entra para 1º time da Globo 19-11-2018 » Não é só a Samsung | Como Apple e outras empresas imaginam o celular dobrável 19-11-2018 » Cláusula contratual | SBT mira Porchat, Mion e Bacci, mas não quer saia justa com Record 19-11-2018 » Amistoso é amanhã | Por que a seleção vai fechar 2018 em estádio de 4ª divisão inglesa? 19-11-2018 » Jogador morto no PR | Caso Daniel: mãe de gêmeo cita mentiras e represália de Brittes 19-11-2018 » Na Marginal Pinheiros | SP procura macaco hidráulico para içar viaduto que cedeu 19-11-2018 » Reta final do Brasileirão | Fla liga o 'secador' e aposta no Maracanã por sonho do título 19-11-2018 » Carlos Ghosn teria sido preso | Nissan vai demitir presidente brasileiro suspeito de fraude 19-11-2018 » Um dos líderes do CV | Extraditado do Paraguai, Marcelo Piloto vai para prisão de segurança máxima 19-11-2018 » Futura ministra da Agricultura | Tereza diz que adotou 'políticas de governo' ao conceder incentivo à JBS 19-11-2018 » Economia no novo governo | Guedes confirma Roberto Castello Branco no comando da Petrobras 19-11-2018 » País fora do Mais Médicos | Médicos deixam Brasil até o final do ano, anuncia Cuba 19-11-2018 » Milhares tentam deixar A. Central | Caravana de migrantes chega à fronteira dos EUA: 'Não nos querem' 19-11-2018 » Patrícia foi presa em São Paulo | Loba do Tinder: apuração revela falsa riqueza, ameaças e extorsão 19-11-2018 » País relaxou as leis de proteção | 'Marido cortou minhas mãos com machado': a violência doméstica russa
Publicidade
14 de setembro de 2018

Bahia pode ficar sem transmissão de jogos na TV no Brasileirão 2019

Foto: Reprodução

O Bahia pode ficar sem a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro de 2019 por causa do imbróglio referentes aos contratos de exibição das partidas. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a TV Globo, que tem os direitos de transmissão, já admite a possibilidade de a competição ser “desfalcada” e não ter todos os 380 confrontos transmitidos. Além do Esquadrão de Aço, passam pelo mesmo problema Atlético-PR e Palmeiras.

A situação envolve os contratos para exibição de jogos no período de 2019 a 2024 na TV aberta e nos canais pay-per-view (PPV), sistema em que o consumidor pode comprar uma partida avulsa ou o pacote completo do campeonato. O Esporte Interativo, que tem contrato para transmissão em TV fechada com o tricolor, anunciou o fim das operações no Brasil em agosto.

De acordo com a Lei Pelé, os direitos de transmissão pertencem às duas equipes envolvidas em cada jogo. Com isso, a situação atual é de que 108 dos 380 jogos (28%) do Brasileirão de 2019 não poderão ser transmitidos nem pelo PPV nem pela TV aberta.

Segundo o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, o tricolor já planeja as finanças sem o acordo com a emissora carioca. “Em 2018 vamos ter um faturamento perto de R$ 128 milhões. No ano que vem, sem a Globo, deve cair para R$ 95 milhões. Será uma queda, claro, mas temos de conviver com isso”, afirmou. “Se tiver mesmo de acontecer de ficar sem jogos na televisão, vejo como um processo natural”, disse.

“É possível considerar o cenário no qual a gente transmita o campeonato parcialmente”, afirmou ao jornal o diretor de direitos esportivos da TV Globo, Fernando Manuel Pinto. Ele explicou que tenta fechar acordo com as equipes que restam: “Logicamente, só transmitiremos os jogos sobre os quais tenhamos os direitos, remunerando os clubes sob um acordo que esteja vigente.”


VOLTAR