BC estuda criar transferência bancária mais barata, em 20 seg, 24h por dia » Rede Acontece
Últimas
12-11-2018 » 'É um desastre absoluto' | Entrada de juízes e procuradores na política é negativa, diz historiador 12-11-2018 » Não precisa de BO nem documento | Lei do Minuto Seguinte: em caso de estupro, ela deve ser seguida à risca 12-11-2018 » Cuidado ou negligência? | Barrada pelo STF, educação de crianças em casa é defendida por pais 12-11-2018 » Deputado federal por SP | 'Se for necessário prender 100 mil, qual o problema?', diz Eduardo Bolsonaro 12-11-2018 » Líder do Brasileirão | Palmeiras usa lições de 2016 e caminha para o deca fugindo da pressão 12-11-2018 » Orçamento | Recuperar verba da ciência é desafio para Bolsonaro 12-11-2018 » São Paulo demite Aguirre | Troca de técnico gera discussão no SP; Raí defende Jardine 12-11-2018 » Futuro ministro de Bolsonaro | Moro será decisivo na escolha do PGR que vai suceder Dodge 12-11-2018 » Jogador assassinado no PR | Em áudio na manhã do crime, Daniel cita ausência de suspeito 12-11-2018 » Compra de caças da FAB | Juiz suspende depoimento de Palocci em ação contra Lula 12-11-2018 » Resistência em família | Para Iggor Cavalera, fã conservador não entende sua música 12-11-2018 » TAB - Match sob medida | Como as pessoas constroem o 'eu' para serem mais desejadas 12-11-2018 » Sarcasmo britânico | Divertida e eletrizante, Killing Eve é uma das melhores séries do ano 12-11-2018 » Bola na rede | Empates marcam rodada do Brasileirão; veja os gols do domingo 12-11-2018 » Preferência brasileira | Caoa Chery lança trinca de SUVs no Salão do Automóvel de SP 12-11-2018 » Bandeira integra o Escola sem Partido | Veto a discussão de gênero em escolas sofre derrotas na Justiça
Publicidade
5 de novembro de 2018

BC estuda criar transferência bancária mais barata, em 20 seg, 24h por dia

Foto Rede Acontece

O Banco Central (BC) quer criar um sistema de transferências e pagamentos instantâneos, para que as operações sejam realizadas todos os dias, inclusive nos fins de semana e feriados, a qualquer hora. Reportagem do portal UOL revela que, segundo estudos preliminares, essas transações levarão apenas 20 segundos para serem concluídas, mas ainda não há prazo para que o serviço entre em funcionamento.

Para fazer compras no Brasil, os consumidores precisam pagar em dinheiro, usar cartões ou quitar boletos. Transferências de recursos entre pessoas ou empresas, com contas em diferentes bancos, têm limite de horário.

Além disso, os custos dessas operações dependem dos pacotes de serviços contratados. Variam de R$ 2,30 a R$ 143,25, conforme dados do BC. Atualmente, os recursos de uma transferência são depositados no mesmo dia somente quando a transação ocorre entre 6h30 e 17h, de segunda a sexta-feira.

Nos fins de semana e feriados, as transações são realizadas apenas por clientes com contas na mesma instituição financeira. Entre contas de diferentes bancos, os recursos são depositados apenas no primeiro dia útil posterior.

Pela proposta em debate, os recursos serão transferidos entre contas correntes, de pagamento ou poupança, com um custo menor. O valor das operações, entretanto, ainda não está definido.

Essas transações serão feitas entre consumidores, empresas e órgãos públicos. Os consumidores pagarão taxas e impostos para o governo, além de receberem benefícios e salários. Os empresários também quitarão os tributos por meio do novo serviço.


VOLTAR