Bizarro: Vaca grávida é condenada à morte por passar fronteira ilegalmente » Rede Acontece
Últimas
22-10-2018 » Aprovação será difícil | Lua de mel com Bolsonaro será curta, diz presidente de consultoria de risco 22-10-2018 » Berço político de Cid e Ciro | Haddad se apoia em Camilo para tentar crescer no Ceará 22-10-2018 » Deputado eleito falou em 'fechar' STF | Fala de Eduardo Bolsonaro é golpista, diz Celso de Mello 22-10-2018 » Veja o que pode ser um diferencial | Andar alto, localização e condomínio com preço baixo valorizam o imóvel? 22-10-2018 » Show em SP | Shakira encerra jejum de sete anos e faz festa latina para 40 mil 22-10-2018 » Aventureiro da Honda | A partir de R$ 82.100, WR-V 2019 ganha itens, mas ainda deve controles 22-10-2018 » Cartão está disponível | Candidato já pode consultar local de prova no Enem; veja como 22-10-2018 » A moto e a moda | Maior modelo brasileiro virou piloto e sobreviveu a morte em Interlagos 22-10-2018 » Bola na rede | Palmeiras consolida liderança, e Fla goleia; veja os gols da rodada 22-10-2018 » Pico da Neblina | Série da HBO imagina como seria Brasil com maconha legalizada 22-10-2018 » 'Mecânico virtual' | Veja lista dos 10 carros que mais apresentam falhas, segundo app 22-10-2018 » Resumo do Brasileirão | Bastidores da rodada antecipam confronto entre Palmeiras e Fla 22-10-2018 » Dilema nas Forças Armadas | Prestígio com Bolsonaro agrada, mas também preocupa militares 22-10-2018 » Questionado por brasileira | Em Paris, Ciro Gomes diz que está 'muito cansado' e que o Brasil 'está doente' 22-10-2018 » Disputa em SP | Doria usa Bolsonaro, mas não atrai deputados do PSL da bancada da bala
Publicidade
3 de junho de 2018

Bizarro: Vaca grávida é condenada à morte por passar fronteira ilegalmente

Foto: Reprodução

Uma vaca grávida foi condenada à morte depois de passar a fronteira da União Europeia. Penka, que deveria dar à luz daqui a cerca de três semanas, afastou-se do seu rebanho perto da aldeia búlgara de Kopilovtsi e atravessou a fronteira para a Sérvia, um país não pertencente à UE. A vaca, conta o Independent, foi devolvida ao seu dono, Ivan Haralampiev, em perfeito estado de saúde, mas as autoridades búlgaras defendem que os bovinos devem ser sacrificados por causa das rígidas regras da União Europeia. “Não cabe a nós decidir”, disse um especialista veterinário, Lyubomir Lyubomirov, ao meio de comunicação. “Estamos apenas a aplicar as regras que vêm de Bruxelas”. John Flack, deputado conservador, escreveu ao primeiro-ministro da Bulgária, Boyko Borissov, e ao presidente da União Europeia, Antonio Tajani, para destacar a situação de Penka, informa o Daily Telegraph. “Certamente este é um caso em que o pragmatismo deve prevalecer sobre uma leitura estrita das regras”, disse. Diretrizes da Comissão Europeia estipulam que as vacas devem ser apresentadas em postos de controle fronteiriços com documentos que atestem que estão saudáveis. “A certificação deve acompanhar os animais quando eles são apresentados para a entrada na UE num Posto de Inspeção de Fronteiras”. Uma petição da change.org foi iniciada para pedir ao Parlamento Europeu que abrisse uma exceção no caso de Penka.


VOLTAR