22-03-2016

CNJ nega dois pedidos liminares contra Sergio Moro e frusta planos do governo

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

A corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Nancy Andrighi, negou nesta segunda-feira (21), dois pedidos liminares contra Sergio Moro, de acordo com informações publicadas pela Folha. Segundo o jornal, um dos pedidos queria seu afastamento da função de juiz e, outro, a proibição das divulgações de delações e escutas feitas pela Lava jato. Trata-se de um banho de água fria no desejo do PT e do governo de tirar o quanto antes das mãos de Moro o poder de pedir a prisão de Lula. O CNJ ainda julgará, porém, os seis pedidos para apurar possíveis faltas disciplinares do magistrado. Ainda de acordo com o jornal, além de Moro, integrantes do governo ainda brigam com o Ministério Público e, agora, com a Polícia Federal. São muitas batalhas simultâneas para um exército tão frágil, alertam auxiliares. A publicação revela ainda que Lula foi orientado a não pisar no Planalto para não “afrontar” o Supremo Tribunal Federal (STF).

AQUIVO ACONTECE