18-01-2016

Investigado na Lava Jato, Jaques Wagner decide se esconder

Foto: Urandi Acontece

Foto: Urandi Acontece

Na mira da oposição e dos investigadores da Lava-Jato, o ministro Jaques Wagner, que começou o ano assumindo a prerrogativa de ser o porta-voz informal do governo, submergiu de fato. Na semana passada, Wagner, que já havia decidido não participar do Carnaval baiano, também não foi à tradicional lavagem das escadarias da igreja do Bonfim. Preferiu descansar com a mulher no interior do estado. Já é o segundo ano que o ministro perde a celebração. A aliados, ele diz que, mais do que sair da vitrine em tempos de Lava-Jato, preferiu adotar um estilo “low profile” na Bahia porque não é mais governador e não quer ficar fazendo sombra para o sucessor, Rui Costa. (Radar OnLine)

AQUIVO ACONTECE