09-12-2015

Ministro do STF derruba instalação da comissão do impeachment

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O jogo virou contra os deputados federais oposicionistas. O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na noite desta terça-feira (8) suspender a formação e a instalação da comissão especial que irá analisar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. Fachin determinou que os trabalhos sejam interrompidos até que o plenário do Supremo analise o caso, votação que está marcada para a próxima quarta (16). Segundo Fachin, o objetivo é evitar a realização de atos que, posteriormente, possam ser invalidados pela Suprema Corte. A decisão liminar (provisória) aparece após votação na Câmara que elegeu, por 272 votos a 199, a chapa alternativa de deputados de oposição e dissidentes da base aliada para compor a Comissão Especial do Impeachment da Câmara.

AQUIVO ACONTECE