18-01-2016

WhatsApp dos políticos tem memes e até pornografia

Foto: Urandi Acontece

Foto: Urandi Acontece

No entanto, nem tudo é brincadeira. Leonardo Picciani (PMDB-RJ) ressalta que o aplicativo também serve para debates. O Whatsapp já se tornou um dos aplicativos mais usados em todo o mundo e também é popular no cenário político. O jornal O Globo apurou que a vida dos deputados federais no app é intensa, já que desde o início da atual legislatura foram criados diversos grupos temáticos. Só que nem todos são para discussões políticas e, no geral, são apenas para diversão. Um dos casos aconteceu em novembro, na altura em que o senador petista Delcídio Amaral (MS) foi preso. Os celulares dos membros da bancada do PMDB foi inundado por memes que faziam piada da situação. Um deles simulava um locutor de rádio que dedicava a canção “Vamos fugir” de Delcídio para Cerveró, em uma referência ao fato do senador ter tentado arquitetar a fuga do delator. Até o “Japonês da PF” entrou nas brincadeiras e, também, o senador José Serra, por conta do barraco com a ministra Kátia Abreu (Agricultura). E ainda existem os “grupos clandestinos”, usados para trocar imagens e vídeos pornográficos.Um deles foi feito depois que imagens de mulheres nuas foram enviadas para um grupo oficial e uma deputada resolveu repreender os membros. “Foi só uma vez. Aí uma deputada se manifestou. Eu intercedi: “tem mulher no grupo” e pedi para não ter mais, que ali era só para tratar de segurança. Acho que foi até criado um outro grupo com outros assuntos”, disse Alberto Fraga (DEM-DF). No entanto, nem tudo é brincadeira. Leonardo Picciani (PMDB-RJ) ressalta que o aplicativo também serve para debates. Picciani também ressalta que não são todos que aderiram ao aplicativo e que ele também continua usando o SMS: “Nem todos os deputados usam o WhatsApp, então orientação da votação passamos por mensagem de texto mesmo. No WhatsApp é mais debate, brincadeira e futebol”.

AQUIVO ACONTECE