Brasil abrirá mão de direitos na OMC para ingressar na OCDE » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
20 de março de 2019

Brasil abrirá mão de direitos na OMC para ingressar na OCDE

Foto Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro concordou que o Brasil abra mão do tratamento diferenciado que os países em desenvolvimento recebem na Organização Mundial do Comércio (OMC) em troca do apoio dos Estados Unidos à adesão do país à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A decisão foi acertada em reunião de Bolsonaro com o presidente norte-americano, Donald Trump, nesta terça-feira (19) na Casa Branca, em Washington. A OCDE reúne os países mais industrializados do mundo e estabelece parâmetros conjuntos de regras econômicas e legislativas para os membros. Segundo comunicado dos dois presidentes divulgado pelo Ministério das Relações Exteriores no início da noite, Trump elogiou os esforços do Brasil para reformar a economia e alinhar as práticas e os marcos regulatórios e manifestou apoio para que o Brasil inicie o processo de adesão. Em troca, o chefe de Estado norte-americano pediu que o Brasil abra mão do status especial nas negociações da OMC. “De maneira proporcional ao seu status de líder global, o presidente Bolsonaro concordou que o Brasil começará a abrir mão do tratamento especial e diferenciado nas negociações da Organização Mundial do Comércio, em linha com a proposta dos Estados Unidos”, destacou o

Comércio e investimentos

Os dois presidentes assumiram uma série de compromissos na área comercial. Bolsonaro anunciou que o Brasil importará 750 mil toneladas de trigo dos Estados Unidos por ano com tarifa zero e voltará a comprar carne suína norte-americana. O governo norte-americano mandará uma missão técnica ao Brasil para analisar a possibilidade de que as exportações de carne bovina do Brasil para os Estados Unidos sejam retomadas.

Trump e Bolsonaro negociarão um acordo de reconhecimento mútuo sobre operadores econômicos autorizados, o que permitirá a redução de custo para as empresas dos dois países. Os dois presidentes concordaram em construir uma parceria para aumentar empregos e reduzir entraves ao comércio e aos investimentos, aprimorando o trabalho da Comissão de Relações Econômicas e Comerciais Brasil–Estados Unidos.

Além disso, Trump e Bolsonaro anunciaram uma nova fase do Fórum de Altos Executivos Brasil–Estados Unidos e a criação de um fundo de investimento de US$ 100 milhões para preservar a biodiversidade e estimular investimentos sustentáveis na Floresta Amazônica. Eles também concordaram em estabelecer um fórum bilateral de energia para facilitar o comércio e os investimentos relacionados ao setor energético.


VOLTAR