Brasil confirma três primeiras mortes por chikungunya em 2015 » Rede Acontece
Últimas
22-06-2018 » Argentina 0 x 3 Croácia | 'Que ele diga o que quiser', diz Agüero sobre Sampaoli 22-06-2018 » Rivais do Brasil | Kosovo não está na Copa, mas pode afetar duelo Suíça x Sérvia 22-06-2018 » Perfil de capitão | 'Líder não chora', dizem especialistas sobre o capitão Thiago Silva 22-06-2018 » A Rússia É Logo Ali | Quem substitui Neymar em caso de contusão? Comentaristas opinam 22-06-2018 » Pode torcer? | Stycer: Na véspera de jogo, até superstição vira notícia no JN 22-06-2018 » Diz aí, mestre | Uma finta na idade: Zizinho, Ademir da Guia, e a hora de parar 22-06-2018 » Confusão generalizada em restaurante | Presidente da CBF se envolve em briga, e assessor agride torcedor 22-06-2018 » Peru eliminado da Copa | Sonho ao pesadelo em 128 min: como 'conto de fadas' de Guerrero ruiu 22-06-2018 » Imponência chama atenção | Mais caro da Copa, palco de Brasil x Costa Rica tem luxo e puxadinhos 22-06-2018 » Torcedores brasileiros comemoram vexame da Argentina com memes; veja 22-06-2018 » Brasileiros criam "organizadas da seleção" e lançam onda de músicas da Copa 22-06-2018 » 'Jogo de compadres' pode eliminar Argentina e Austrália da Copa do Mundo 22-06-2018 » Cléber Machado se diverte durante transmissão e brinca com reações de Maradona 22-06-2018 » Bruna Marquezine e Rafaella, irmã de Neymar, vão juntas para a Rússia 22-06-2018 » 'Pingue-pongue' | Não teremos outra chance contra PT e PSDB, diz Bolsonaro 22-06-2018 » Empresa vai recorrer | Petrobras perde ação trabalhista de R$ 15 bi para funcionários 22-06-2018 » Assédio na Copa | 'Triste', brasileiro diz que russas não foram coagidas em vídeo 22-06-2018 » Ex-presidente investigado | Lula quis comprar sítio e foi recusado, diz pai do dono do imóvel 22-06-2018 » Brasil enfrenta Costa Rica nesta 6ª | Copa vira sinônimo de dor para Neymar e define astral da seleção 22-06-2018 » Mudança de imagem | Dinossauros não conseguiam colocar a língua para fora
Publicidade
supermercado centrel lab laboratorio clinica master intersorft grafica bandeirante centro medico sao gabriel
16 de janeiro de 2016

Brasil confirma três primeiras mortes por chikungunya em 2015

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Três pessoas morreram por chikungunya no Brasil em 2015, sendo duas na Bahia e uma em Sergipe, segundo relatório epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado nesta sexta-feira (15). As três vítimas eram idosas, com 85, 83 e 75 anos, e apresentavam histórico de doenças crônicas. O dado aparece no mesmo relatório em que o ministério apresenta os números da dengue, doença que teve um recorde de casos no país em 2015. De acordo com o relatório, foram registrados no ano passado 20.661 casos de febre chikungunya no Brasil. Desse total, 7.823 casos foram confirmados e 10.420 estão em investigação. Atualmente, 84 municípios de com transmissão autóctone (circulação) do vírus. Em 2015, foram registrados 1.649.008 casos prováveis de dengue no país, segundo o relatório do ministério. O número é o maior registrado na série histórica, iniciada em 1990. O recorde anterior foi em 2013, com 1.452.489.Em 2015, a região Sudeste registrou o maior número de notificações (1.026.226 de casos; 62,2%) em relação ao total do paí. Em seguida vêm as regiões Nordeste (311.519 casos; 18,9%), Centro- Oeste (220.966 casos; 13,4%), Sul (56.187 casos; 3,4%) e Norte (34.110 casos; 2,1%) (Tabela 1). Foram descartados 600.432 casos suspeitos de dengue no período. Segundo o Ministério da Saúde, o pico de maior incidência da dengue ocorreu no mês de abril, com 229,1 casos para cada 100 mil habitantes, seguido de uma redução a partir do mês de maio (116,1), tendência observada nos meses seguintes até outubro (12,2). A partir de novembro (22,3), a incidência da doença começa a apresentar leve tendência de aumento. Em 2015 ocorreram 863 mortes por dengue — número também recorde. As regiões que registraram o maior número de vítimas fatais foram Sudeste (563) e Centro-Oeste (130). (Bem Estar)


VOLTAR