Brasil e EUA fecham acordo sobre base de Alcântara » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 23-05-2019 » Proposta afeta o Mais Médicos | Após "atravessar" acordo do pai, Eduardo Bolsonaro recua sobre Revalida 23-05-2019 » Policial e advogada indiciados | PF conclui que houve obstrução à investigação da morte de Marielle 23-05-2019 » Jogadores brasileiros | Futebol europeu: veja quem está em alta e em baixa na temporada 23-05-2019 » Atacante lesionado | Palmeiras rescinde com Ricardo Goulart; atleta voltará para time chinês 23-05-2019 » Novidade na aviação | Nome da Embraer na aviação civil vira Boeing Brasil - Commercial 23-05-2019 » Massa de manobra? | Lobão sobre Bolsonaro: ataque a estudantes foi 'coisa de imbecil' 23-05-2019 » Briga no Rio | Lutador é preso por matar homem e publicar foto no Instagram 23-05-2019 » Promessa de Trump | EUA mudam de postura e apoiam a candidatura do Brasil à OCDE 23-05-2019 » Conheça a programação | Vem aí Universa Talks, um encontro de mulheres que transformam o mundo 23-05-2019 » Texto vai para o Senado | Acordo exclui ação de auditores, e Câmara aprova MP dos ministérios 23-05-2019 » Acordo com a Globo | Palmeiras cola em Flamengo e Corinthians em cotas de TV e se isola de SP 23-05-2019 » Faziam turismo em Santiago | Família de brasileiros mortos no Chile voltariam ao Brasil para velório 23-05-2019 » Quem fica com o Coaf | Votação que tirou Coaf de Moro abre crise no centrão; PSD é ameaçado 23-05-2019 » Risco em Barão de Cocais | Mar de lama pode atingir 10 mil pessoas em três cidades de Minas Gerais 23-05-2019 » 1,6 mi de mortes em 10 anos | Trânsito mata cinco pessoas por hora no Brasil e custa R$ 3 bilhões ao SUS 23-05-2019 » 'Você é boa na pistola' | Repórter conta o que fez e ouviu para obter posse de arma em 74 dias 23-05-2019 » Cresceu 20 vezes em 10 anos | Energia eólica já é 10% da matriz nacional; veja estados que lideram 23-05-2019 » Ex-zagueiro fala de títulos e polêmicas | Lúcio sobre narração de Galvão na Copa de 2002: 'Totalmente equivocado' 23-05-2019 » Marcio Atalla | 10 dicas para quem já corre ou vai começar 23-05-2019 » Clóvis Rossi | Não fugiu da raia: Cristina Kirchner grita truco
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
11 de março de 2019

Brasil e EUA fecham acordo sobre base de Alcântara

Foto Reprodução

Brasil e Estados Unidos concluíram na semana passada as negociações do novo Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), que permite o uso comercial da base de Alcântara, no Maranhão. O tema é debatido pelos dois países desde 2000, quando o governo Fernando Henrique Cardoso assinou o acordo, rejeitado na sequência pelo Congresso Nacional. Em entrevista ao Estado, o embaixador do Brasil nos EUA, Sérgio Amaral, revelou parte das mudanças no novo texto. Para ele, as negociações reduziram a ingerência americana no Brasil e atenderam, dessa forma, críticas levantadas anteriormente pelo Congresso. “Essa negociação encerra quase 20 anos em que estamos tentando lançar da base de Alcântara mísseis de maior capacidade, de maior porte e que podem ser utilizados no uso comercial sobretudo de lançamento de satélite”, afirma Amaral. Depois de 2002, quando o AST fracassou no Congresso, o Brasil ensaiou outras vezes uma nova negociação com os EUA, mas as rodadas de conversa sobre o tema deslancharam em maio do ano passado. Os parlamentares brasileiros alegaram nos anos 2000 que o AST fere a soberania nacional. O acordo de salvaguardas tecnológicas prevê a proteção de conteúdo com tecnologia americana usado no lançamento de foguetes e mísseis a partir da base de Alcântara. Atualmente, 80% do mercado espacial usa tecnologia americana e, portanto, a ausência de um acordo de proteção limita o uso da base brasileira. O texto também é um acordo de não proliferação de tecnologias de uso dual – quando as tecnologias podem ser usadas tanto para fins civis como militares, caso do lançamento de mísseis. Além dos recursos, o embaixador afirma que o acordo abre portas para uma série de parcerias empresariais no setor e coloca o país, com mais força, no debate sobre cooperação espacial.


VOLTAR