Brasil é o 8º país em número de mortes de jornalistas em 2018 » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-07-2019 » Jogo de terça é em Mendoza | Palmeiras ficará em Buenos Aires após problema em voo e 10 horas dentro de avião 21-07-2019 » Caso Flordelis | 'Não pode acabar em pizza', diz filho de deputada sobre morte de pastor no RJ 21-07-2019 » Considerados políticos | Exército enquadra tuítes de militares da ativa 21-07-2019 » Novo vazamento de mensagens | Deltan receou comentar caso Flávio e questionou reação de Moro 21-07-2019 » Órgão atacado por Bolsonaro | Após acusação de publicação de dados desonestos, cientistas defendem o Inpe 21-07-2019 » Mentora da lei do feminicídio | 'Quando se tem uma ministra que crê que mulher é inferior, tudo pode acontecer' 21-07-2019 » Na GloboNews | José Roberto Burnier pede licença para se tratar de um câncer 21-07-2019 » De cobertura | Jogador do Fortaleza faz gol contra do meio de campo; assista 21-07-2019 » Agressão no Beira-Rio | STJD vai analisar imagens, e Inter pode ser punido 21-07-2019 » San Diego Comic-Con | Marvel lançará 10 produções até 2021; Portman será Thor 21-07-2019 » Após fala sobre nordestinos | Bolsonaro chama de 'melancia' general que o criticou 21-07-2019 » Ministério ainda não confirma | Em suposto áudio de caminhoneiros, ministro suspende tabela do frete 21-07-2019 » Samuel Pêssoa | Velha esquerda no país morrerá de morte morrida 21-07-2019 » Antônio Prata | Uma mesma palavra e tantos significados 21-07-2019 » Perrone | Hostilidade de palmeirenses não é normal 21-07-2019 » A. Pellegrino | Surfistinha é o pânico de homens como o presidente 21-07-2019 » Reinaldo Azevedo | Por qual crime Bolsonaro será deposto? 21-07-2019 » Diogo Schelp | Por que 'guerra' em Hong Kong continua? 21-07-2019 » Josias de Souza | Língua de Bolsonaro ganhou vida própria 21-07-2019 » Drauzio Varella | Fatalismo deve ser substituído por práticas saudáveis
Publicidade
18 de dezembro de 2018

Brasil é o 8º país em número de mortes de jornalistas em 2018

Foto Rede Acontece

O Brasil termina 2018 como o oitavo país em número de assassinatos de jornalistas no mundo até o momento. No total, foram quatro mortes, mesmo número registrado nas Filipinas. Os dados foram divulgados ontem (17) pela entidade Press Emblem Campaign (PEC), com sede na Suíça. Os profissionais assassinados no Brasil foram Ueliton Bayer Brizon, do Jornal de Rondônia; Jefferson Pureza Lopes, da rádio Beira Rio FM de Goiás; Jairo Sousa, da Rádio Pérola do Pará; e Marlon Carvalho, das rádios Gazeta/Jacuipe, na Bahia. No total, em todo o mundo, foram registrados 113 assassinatos de jornalistas em 2018. O número é 14% maior do que o de 2017. O maior número de vítimas foi registrado no Afeganistão e no México, cada um com 17 casos. Na Síria, foram onze mortos, enquanto o Iêmen e a Índia registraram oito. Nos Estados Unidos, foram seis mortos. Já no Paquistão, cinco jornalistas foram assassinados. A estimativa da PEC é de que, em uma década, 1,2 mil jornalistas foram mortos em todo o mundo cumprindo sua missão de informar.


VOLTAR