Caiado toma posse em Goiás; rombo nas contas públicas será o maior desafio » Rede Acontece
Últimas
20-01-2019 » Campeonato Paulista | Na Arena, Corinthians marca no último lance e empata com São Caetano 20-01-2019 » Funcionários fantasmas | Assembleias Legislativas de 16 estados são alvo de investigações 20-01-2019 » Campeonato Carioca | Fla sai atrás após falha de R. Caio, mas vira e bate Bangu por 2 a 1 20-01-2019 » Movimentações atípicas | Caso de Flávio Bolsonaro "não tem nada" a ver com governo, diz Mourão 20-01-2019 » Músico morreu aos 53 | Corpo de Marcelo Yuka é enterrado em cemitério no Rio 20-01-2019 » "Podem ser diferentes" | 1º encontro com aliens será chocante, aposta astrofísico de Harvard 20-01-2019 » istambul basaksehir | Com Robinho, time de 'velhinhos' provoca revolução na Turquia 20-01-2019 » Campeonato Gaúcho | Fora de casa, Grêmio goleia Novo Hamburgo por 4 a 0 em sua estreia 20-01-2019 » Campeonato Mineiro | Ricardo Oliveira brilha, marca 3, e Atlético-MG goleia Boa Esporte por 5 a 0 20-01-2019 » Presidente flexibilizou posse | "Estado não está obrigando ninguém a adquirir armas de fogo", diz delegada 20-01-2019 » Carolina Ligabue conhece elite do país | Ela tuitou traições e bastidores de ricos e famosos e viralizou 20-01-2019 » Nutricionista falou no VivaBem Talks | Luta contra efeito sanfona na dieta? Confira essas 5 dicas de Veronica Laino 20-01-2019 » Queloides inflamadas no corpo | "Levei 16 anos para achar solução para as cicatrizes que me abalavam muito" 20-01-2019 » 'Temos uma cota pessoal' | Deputados do PSL montam estratégia contra parlamentares do PT e PSOL 20-01-2019 » Delação premiada | Palocci diz que Lula pediu R$ 30 mi para Delfim e Bumlai em obra de Belo Monte
Publicidade
2 de janeiro de 2019

Caiado toma posse em Goiás; rombo nas contas públicas será o maior desafio

Foto Reprodução

Ronaldo Caiado (DEM) e o seu vice, Lincoln Tejota (PROS), tomaram posse para o primeiro ano de mandato à frente do estado de Goiás. A cerimônia foi realizada na manhã desta terça-feira (1º) na Assembleia Legislativa do estado. Em uma rede social, Caiado disse que vai governar para todos os goianos. “Não sou governador apenas dos que me elegeram, sou governador de todos os goianos e todos que habitam no estado de Goiás. Saberei respeitá-los. Nosso compromisso é de resgate da cidadania, de apoio, de dignidade”, escreveu na mensagem. O novo governador afirmou que tem muitos desafios pela frente, como diminuir o rombo nas contas do estado que, segundo ele, atingiu R$ 3,4 bilhões. Para isso, Caiado planeja atrair empresas dos setores de agronegócio, mineração e turismo. “Queremos atrair empresas de todo o mundo”, disse. Com 69 anos dos quais 30 como político, Caiado foi eleito governador de Goiás com 59,7% dos votos (1,7 milhão). José Eliton (PSDB), que era candidato à reeleição, teve 13,73% (407,5 mil), e o deputado federal Daniel Vilela (MDB), 16,14% (479,1 mil). O democrata protagonizou, em setembro de 2018, uma polêmica no debate realizado pelo jornal O Popular e pela CBN Goiânia. “Beijava minha mão”, disse ele sobre José Litonde, afirmando que o governador derrotado nas urnas vivia lhe agradecendo por ajudá-lo a ascender na vida pública.


Tags:
VOLTAR