Câmara aprova medidas que governo negociou com caminhoneiros » Rede Acontece
Últimas
22-04-2019 » Reta final da série | GoT se prepara para batalha com episódio melancólico 22-04-2019 » Mais de 500 feridos | Autoridades do Sri Lanka elevam para 290 número de mortos em atentados 22-04-2019 » Uso incorreto de capacete | Bolsonaro cometeu infração em passeio de moto, dizem especialistas 22-04-2019 » Renda versus espera | Saiba quando se deve adiar ou antecipar a aposentadoria 22-04-2019 » Campeonato Francês | PSG celebra título com retorno de Neymar e três de Mbappé 22-04-2019 » Ao criticar Bolsonaro | Confederação Israelita processará Ciro Gomes por fala sobre judeus 22-04-2019 » Veja lista | Avianca cancela mais de 1.000 voos até próximo domingo (28) 22-04-2019 » Patinação no Brasil | Garota trans de 11 anos busca na Justiça direito de disputar torneio 22-04-2019 » Paulista | Da incerteza ao Tri 22-04-2019 » Ficou pelo menos 20h no ar | Vídeo com ataques de Olavo a militares é deletado de canal de Bolsonaro 22-04-2019 » Tentativa de pacificação | Em meio à crise do inquérito de fake news, STF retoma julgamentos 22-04-2019 » Mais de 200 vítimas fatais | Chef, recém-casado, primos e policiais estão entre mortos no Sri Lanka 22-04-2019 » Impacta a democracia | Quatro consequências graves da estagnação das classes médias 22-04-2019 » Símbolos sagrados sujos de sangue | Duas imagens chocantes representam a violência de atentados no Sri Lanka 22-04-2019 » Campeonato Carioca | Fla é campeão sobre o Vasco e mantém tabu de 31 anos com rival 21-04-2019 » Veja resultados dos Estaduais | Fortaleza de Ceni é campeão no CE; Athletico leva título nos pênaltis 21-04-2019 » Auxiliar assume interinamente | Após perder título para Flamengo, Valentim é demitido pelo Vasco 21-04-2019 » Vice-campeão do Paulista | Cuca nega desrespeito e explica reação do SP: 'Tinha jogador chorando'
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
8 de agosto de 2018

Câmara aprova medidas que governo negociou com caminhoneiros

Foto Rede AconteceA Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (7) medida provisória que isenta os eixos suspensos de caminhões de cobrança de pedágio.

O texto ainda tem que ser votado pelo Senado.

A medida foi editada pelo presidente Michel Temer em maio, durante a greve dos caminhoneiros que paralisou as rodovias do país.

A isenção dos eixos suspensos era uma reivindicação antiga da categoria, mas são contestados pelas concessionárias.

Nas carretas vazias, os eixos sobressalentes são mantidos suspensos por economia. Dessa forma, não ocorre o desgaste dos pneus.

Os sindicatos entendem que a isenção de pedágio é justificada porque, sem o contato do pneu com o solo, seria menor o desgaste do pavimento.

As concessionárias argumentam que o desgaste do asfalto não estaria ligado diretamente à quantidade de eixos em toque com o solo, mas em função da pressão que cada eixo exerce sobre a via.

A Câmara também aprovou outra medida provisória da greve dos caminhoneiros, que destina 30% dos fretes da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) para autônomos.


VOLTAR