Câmara aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência doméstica » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-02-2020 » Ex-governador do Rio | Delação de Cabral não reduz pena de 282 anos, decide Fachin 21-02-2020 » Câmbio | Dólar fecha em alta de 0,04%, a R$ 4,393, e bate novo recorde 21-02-2020 » Reforço para o ataque | Palmeiras anuncia a contratação de Rony, que se destacou no Athletico Paranaense 21-02-2020 » Crítica a Damares | Mariana Varella: Abstinência sexual não serve como política de saúde 21-02-2020 » No meio da rua | Munik Nunes faz ensaio de mágica sexy em SP antes do Carnaval 21-02-2020 » Festa eclética | DJ no frevo e jazz! Carnaval de PE abraça todos os sons 21-02-2020 » 'É possível' | Luisa Mell relembra 'fantasia maravilhosa sem crueldade' 21-02-2020 » Nada de folia | Blocos te dão urticária? Calma, dá para curtir o recesso em São Paulo 21-02-2020 » Degundo Febraban | Bancos vão ficar fechados na segunda e na terça de Carnaval 21-02-2020 » Em Salvador | Claudia Leitte vai se vestir de Madonna: 'Sonho de infância' 21-02-2020 » Por trabalho social | Simone dá adeus à bateria da Dragões e é premiada em Paris 21-02-2020 » Destaque na Sapucaí | Julianne Trevisol faz ensaio sensual antes de cair no samba no Rio 21-02-2020 » Veja fotos | Mangueira faz último teste em alegoria com negro crucificado 21-02-2020 » Após Caixa | Bancos privados preparam crédito imobiliário com juros fixos 21-02-2020 » Freira aponta gargalos no SUS | Pioneira em saúde da família em SP, missionária canadense deixa o Brasil 21-02-2020 » Opinião - Posse de Bola | Por que Dudu é um dos dez mais do Palmeiras 21-02-2020 » Preso na Espanha | Membro da Máfia Chinesa acusado de mortes é extraditado ao Brasil 21-02-2020 » São Paulo | Cuidadora assume ter participado de assalto que deixou idoso morto 21-02-2020 » Crime em Águas Claras | Jovem é vítima de estupro coletivo ao voltar para casa no DF 21-02-2020 » Remunerações extras | Água chega com odor e gosto estranhos em SP
Publicidade
21 de agosto de 2019

Câmara aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência doméstica

Foto Rede Acontece

A Câmara dos Deputados concluiu ontem (20) a aprovação da proposta que obriga o agressor a ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) em caso de violência doméstica. O projeto já havia sido aprovado pela Câmara e enviado ao Senado, mas passou por mudanças na Câmara Alta, o que fez com que o texto voltasse à análise dos deputados. Na sessão de ontem, a Câmara rejeitou as mudanças. Agora, caberá ao presidente Jair Bolsonaro sancionar, vetar parcialmente ou vetar a íntegra do texto. Segundo o projeto aprovado pela Câmara, os recursos arrecadados serão destinados ao fundo de saúde da União, do estado ou do município responsável pela unidade que prestou os serviços à vítima. O agressor também terá de arcar com os dispositivos de segurança usados no monitoramento de vítimas de violência doméstica que têm medidas protetivas. Outro ponto determinado pela proposta é que o agressor não poderá usar no pagamento os recursos da vítima nem dos dependentes, somente o que for dele. O ressarcimento também não poderá ser atenuante, nem substituir a pena aplicada na esfera criminal.


VOLTAR