Câmara aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência doméstica » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 29-03-2020 » Loterias | Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 4,8 mi na 4ª 29-03-2020 » Vítimas do coronavírus | Jovem de 26 anos morre de covid-19 em São Paulo 29-03-2020 » Economia | Guedes: Pacote anticrise usará maquininhas para chegar a microempresas 29-03-2020 » Em Guarulhos (SP) | Dois presos morrem no mesmo dia após sentirem falta de ar 29-03-2020 » #FiqueEmCasa | Recife rastreia 800 mil celulares para saber quem sai de casa 29-03-2020 » César Prates | Como venda de TV 14 polegadas fez lateral parar no Real Madrid 29-03-2020 » Áudio vazado | Justus diz que foi 'mal compreendido' e que 'preza pelas pessoas' 29-03-2020 » Mauricio Stycer | BBB favorece Marcela ao eliminar Manu por regra não informada 29-03-2020 » Está em isolamento | Ex-técnico Renê Simões testa positivo para a covid-19 29-03-2020 » Tinha 14 anos | Morre jogador destaque da base do Atlético de Madri (Espanha) 29-03-2020 » Thaís Oyama | Teorias conspiratórias, fake news e amigos inteligentes que caem 29-03-2020 » Disputa política no país | Mandetta destoa de Bolsonaro e defende isolamento social no Brasil 29-03-2020 » Tinha 86 anos | Morre prima do rei Felipe VI da Espanha vítima de coronavírus 29-03-2020 » Reflexos no pais | SP tem 16 mortes em 24h, maior nº desde o início da pandemia 29-03-2020 » Kotscho | Com covid-19, infectologista David Uip relata medo e alerta para falta de ar 29-03-2020 » Covid-19 | Pacientes internados com coronavírus têm carência de vitamina D, diz estudo 29-03-2020 » 'A frustração é maior que o medo' | Alunos de medicina e enfermagem voluntários no combate à covid-19 29-03-2020 » Esporte continua em meio à pandemia | 'Será que me contaminei?' Brasileiro relata medo no futebol de Belarus 29-03-2020 » O fim de semana sem bola rolando | Como ficam os estádios agora que o futebol está parado? 29-03-2020 » Blog Quicando | Há um novo horário fixo no Brasil: 'depois do panelaço"
Publicidade
21 de agosto de 2019

Câmara aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS em caso de violência doméstica

Foto Rede Acontece

A Câmara dos Deputados concluiu ontem (20) a aprovação da proposta que obriga o agressor a ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) em caso de violência doméstica. O projeto já havia sido aprovado pela Câmara e enviado ao Senado, mas passou por mudanças na Câmara Alta, o que fez com que o texto voltasse à análise dos deputados. Na sessão de ontem, a Câmara rejeitou as mudanças. Agora, caberá ao presidente Jair Bolsonaro sancionar, vetar parcialmente ou vetar a íntegra do texto. Segundo o projeto aprovado pela Câmara, os recursos arrecadados serão destinados ao fundo de saúde da União, do estado ou do município responsável pela unidade que prestou os serviços à vítima. O agressor também terá de arcar com os dispositivos de segurança usados no monitoramento de vítimas de violência doméstica que têm medidas protetivas. Outro ponto determinado pela proposta é que o agressor não poderá usar no pagamento os recursos da vítima nem dos dependentes, somente o que for dele. O ressarcimento também não poderá ser atenuante, nem substituir a pena aplicada na esfera criminal.


VOLTAR