Cientistas descobrem Edom, reino fundado por Esaú » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 10-07-2020 » Anitta bota fogo com 'Tócame' | Cantora lança clipe com cenas quentes com o namorado; assista 10-07-2020 » Compra de respiradores | Preso no Rio de Janeiro, ex-secretário de Witzel comandou fraudes na Saúde, diz MP 10-07-2020 » Cabe recurso | SP: casal é condenado a pagar R$ 150 mil a garoto por devolvê-lo após adoção 10-07-2020 » Perfis no Facebook | Fiéis aos Bolsonaros, deputados no RJ empregaram donos de 13 contas banidas 10-07-2020 » Não são membros, diz Kim | Empresários ligados ao MBL são presos por lavagem de dinheiro, diz MP 10-07-2020 » De 'Amor de Mãe' | Globo dispensa Malu Galli após 13 anos de casa 10-07-2020 » Crise na quarentena | Ex-Globo vende objetos pessoais para se sustentar 10-07-2020 » 'Não estou metido' | Babu tem piscina, estúdio e escritório na casa nova no Rio 10-07-2020 » Posou de calcinha | Gracyanne mostra músculos e lamenta 'gordura em excesso' 10-07-2020 » Em ação de divórcio | Pandemia 'dizimou' fortuna de R$ 2,6 bi, diz Robert De Niro 10-07-2020 » Chico Barney | Guga Chacra emociona ao achar Pokémon da vida real 10-07-2020 » Música | Jorge e Mateus, Maiara e Maraísa e Claudia Leitte fazem lives hoje 10-07-2020 » Pandemia do coronavírus | Bairros com menos empregos formais têm mais mortes por covid-19 em SP 10-07-2020 » Fórmula 1 | Verstappen supera Bottas em treino livre na Áustria 10-07-2020 » Em nova novela | Elizabeth Savalla vai disputar Marcos Caruso com Claudia Jimenez 10-07-2020 » Durante discussão | Depp diz em audiência que deu cabeçada 'acidentalmente' na ex 10-07-2020 » Crime de responsabilidade | Prefeito e vice de Itaguaí (RJ) sofrem impeachment 10-07-2020 » Governo cazaque nega | China diz que pneumonia mais letal do que a covid-19 atinge o Cazaquistão 10-07-2020 » Política externa | Rotina de ataques contra Bolsonaro na ONU se transforma em 'novo normal' 10-07-2020 » Saiba como e mais 22 respostas | Lugares Incríveis para Trabalhar: inscreva sua empresa no prêmio da FIA e do UOL
Publicidade
23 de setembro de 2019

Cientistas descobrem Edom, reino fundado por Esaú

Foto: Reprodução

Edom existiu durante os séculos 12 a 11 a.C, e estava localizado na Transjordânia, entre Moabe, a nordeste, Arabah, a oeste, e o vasto deserto da Arábia, ao sul e leste. Os relatos bíblicos dizem que a terra de Edom era muito próspera antes de “qualquer rei israelita reinar”, mas não havia nenhum registro arqueológico confirmando que essa terra realmente existia, levando muitos estudiosos a duvidarem do relato bíblico. Um estudo inovador publicado no PLOS One fala sobre o achado de uma equipe de cientistas israelenses e americanos que descobriu que Edom realmente existia na época que a Bíblia descreve. “Usando a evolução tecnológica como proxy dos processos sociais, fomos capazes de identificar e caracterizar o surgimento do reino bíblico de Edom”, explicou o professor Ben-Yosef, da Universidade de Tel Aviv, no Central Timna Valley Project . “Nossos resultados provam que aconteceu antes do que se pensava anteriormente e de acordo com a descrição bíblica”. Ben-Yosef, o professor Tom Levy, da Universidade da Califórnia, em San Diego, e sua equipe foram ao deserto de Arava, no atual Israel e na Jordânia, para analisar a fonte da riqueza do reino: o cobre. Especificamente, a equipe analisou a escória, o resíduo restante da extração de cobre, para determinar que Edom não só existia no momento em que a Bíblia descreve, mas também que era poderoso e tecnologicamente avançado. “Com técnicas avançadas de análise química, análise arqueológica e investigação microscópica, conseguimos entender como as pessoas produziam cobre e descobrir se ele era organizado por um corpo central de pessoas. Os resultados são surpreendentes e eles nos dizem que algo o grande estava acontecendo muito cedo, pelo menos no século 11 a.C”, disse Ben-Yosef à CBN News. A análise do cobre data o reino de Edom cerca de 300 anos antes do que se pensava – exatamente na época em que a Bíblia diz e antes de qualquer rei governar os filhos de Israel. “Ele apóia a noção de que de fato não só havia pessoas na região naquele período, mas um reino forte. Foi responsável por tornar essa indústria de larga escala na produção de cobre. Você não pode exagerar a importância do cobre na época”, completou o pesquisador. O cobre era um material precioso usado nos tempos antigos para criar armas, ferramentas agrícolas e muito mais. “Se você queria ser forte, precisava ter cobre”, disse Ben-Yosef. A equipe também encontrou evidências ligando Edom a outro grande evento bíblico – a invasão da Terra Santa pelo faraó Shoshenq I (o bíblico “Shishak”), que despediu Jerusalém no século 10 a.C.


VOLTAR