Ciro promete deixar a política se Bolsonaro for eleito: 'Vou cumprimentá-lo e depois chorar' » Rede Acontece
Últimas
17-02-2019 » Acidente matou Boechat | Mãe de piloto de helicóptero morre três dias depois do filho 17-02-2019 » Crise no Planalto | Bolsonaro já assinou saída de Bebianno, dizem interlocutores 17-02-2019 » E o coração aguenta? | Maiara e Maraisa lavam alma sertaneja com sofrência e Jenifer no festival 17-02-2019 » Chegou chegando | Ludmilla põe público do CarnaUOL para rebolar e dançar até o chão com funk 17-02-2019 » Chicleeeeete! | Show de Bell Marques faz evento tremer com sucessos da BA 17-02-2019 » Primeira atração | Abertura do CarnaUOL tem clima de micareta com a Banda Eva 17-02-2019 » De olho nos ponteiros | Horário de verão no Brasil terminou; atrase relógio em 1 hora 17-02-2019 » 1ª negra na posição | Maju estreia na bancada do JN com elogios e improviso 17-02-2019 » Deslizamento em Mauá | Bombeiros buscam por 2 crianças soterradas na Grande São Paulo 17-02-2019 » Taça Guanabara | Justiça determina final com portões fechados após pedido do Flu 17-02-2019 » Papo com Mazzafera | No CarnaUOL, Ludmilla diz que nunca transou em 1º encontro: 'Sou careta' 17-02-2019 » Um ano após tiroteio nos EUA | Alunos, pais, policiais e professores falam sobre tragédia em Parkland 17-02-2019 » Destaque do CarnaUOL | Mariana Xavier conta a Mazzafera qual foi a pior cantada que já ouviu 17-02-2019 » Em São Paulo | CarnaUOL vibra com eletrônico de Alok 17-02-2019 » Bombeiros, Defesa Civil e PM já atuam | Moradores de Nova Lima (MG) deixam casas por risco em barragem
Publicidade
13 de setembro de 2018

Ciro promete deixar a política se Bolsonaro for eleito: ‘Vou cumprimentá-lo e depois chorar’

Imagem Reprodução

O candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, prometeu deixar a política caso Jair Bolsonaro (PSL), seu adversário na eleição deste ano, seja eleito presidente do Brasil. Em entrevista concedida nesta quarta-feira (12), ele criticou o seu rival e disse que militar não pode falar de política no seu governo. “Vou desejar boa sorte a ele, cumprimentá-lo pelo privilégio e depois vou chorar. Eu saio da política. A minha razão de estar na política é confiar no povo brasileiro”, declarou Ciro durante sabatina promovida pelos jornais O Globo, Valor Econômico e revista Época. O candidato do PDT também fez duras críticas ao vice de Bolsonaro, o general Hamilton Mourão (PRTB). “Esse general Mourão, que é um jumento de carga, tem uma entrada no Exército e agora se considera tutor da nação. Os brasileiros têm que deixar muito claro que quem manda no país é o povo”, afirmou.


VOLTAR