CNJ decide que resolução do TJ-BA não pode proibir atendimento a advogados » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 06-12-2019 » Chegou ao clube em outubro | Valentim tem multa milionária e pode seguir no Botafogo em 2020 06-12-2019 » Mais vendido do país | VW T-Cross: qual versão levou SUV à liderança e qual 'micou' 06-12-2019 » Fora de Hora | Sucessor do Tá no Ar vai rir do jornalismo da Globo e concorrência 06-12-2019 » Fórmula 1 | Hamilton na Ferrari? Incerteza da Mercedes explica especulação 06-12-2019 » Depoimento | 'Como consegui ser dispensado do serviço militar obrigatório' 06-12-2019 » Alvinegro quer meia | Corinthians aguarda R. Gaúcho para emplacar trocas por Luan 06-12-2019 » Vagas definidas | PVC: Os riscos e as chances dos brasileiros na Libertadores 2020 06-12-2019 » E o Brasil? | Por que a startup bilionária Loggi terá polo tec em Portugal 06-12-2019 » Com Veron e Dracena | Palmeiras dá esperança para o futuro e aplaude o passado em vitória 06-12-2019 » Fenômeno da música eletrônica | Vintage Culture: como o jovem de 26 anos se tornou um DJ superstar 06-12-2019 » Volta completa vai durar 18 minutos | Rio inaugura maior roda-gigante da América Latina, com 88 m de altura 06-12-2019 » Ecoa | A riqueza da favela: Paraisópolis tem balé, feijoada, orquestra e horta na laje 06-12-2019 » Esporte | Única árbitra mulher na Série A treina 7 dias na semana e não tira folgas 06-12-2019 » Planejamento para 2020 | Santos quer vender Soteldo para fazer caixa e reforçar o elenco 06-12-2019 » Equilíbrio | Saiba como lidar com as cobranças e impedir que elas nos sabotem 06-12-2019 » 2019 gordo | Fla ultrapassa R$ 100 mi com rendas de jogos 06-12-2019 » A Fazenda 11 | 'Vai ser o maior saco', diz Lucas sobre festa final 06-12-2019 » Alta nos preços | Carne sobe 8%, e inflação registra pior mês de novembro em 4 anos, diz IBGE 06-12-2019 » Ministro sofre desgaste | Alvo de pressão, cúpula da pasta de Minas e Energia deve ser substituída 06-12-2019 » Entrevista com ministro | Não é um debate antipartido, afirma Barroso sobre aval a candidaturas avulsas
Publicidade
16 de maio de 2019

CNJ decide que resolução do TJ-BA não pode proibir atendimento a advogados

Foto Rede Acontece

A resolução n. 8/2019 do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) que estabelece como deve ocorrer o atendimento aos advogados e jurisdicionados no Estado, não pode ser utilizada para fundamentar negativa de atendimento pessoal dos advogados pelos magistrados, nem tão pouco condicionar o atendimento dos advogados ao seu prévio agendamento. A determinação é do corregedor nacional de Justiça Humberto Martins. A resolução estabelecia que o atendimento aos advogados deveria ser feito nos balcões das unidades e secretarias judiciárias e administrativas pelos servidores e, nos gabinetes e secretarias, apenas mediante prévia solicitação e anuência do magistrado. Contra a medida, a Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB-BA) e o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) recorreram à Corregedoria Nacional de Justiça para pedir a nulidade da resolução, alegando ser contrária à Constituição Federal, à Lei n. 8.906/94 e à Loman. Segundo o ministro, apesar do reconhecimento da legalidade da resolução, a interpretação adequada é a de que os advogados terão o direito de serem atendidos pelo magistrado, independentemente de agendamento prévio, mas observando-se a ordem de chegada e durante o horário de expediente forense. “Assim, quando a Resolução impõe a anuência do magistrado ao atendimento, isso quer dizer que, depois de previamente anunciado pela serventia, o advogado deverá aguardar a autorização do juiz para ingressar em seu gabinete a fim de que seja devidamente atendido dentro do horário de expediente, sem constituir qualquer ato de proibição pelo TJ-BA”, afirmou o corregedor nacional. E completou: “Caso o advogado não deseje depender da disponibilidade momentânea do magistrado, então deverá agendar previamente o atendimento, oportunidade em que deverá ser recebido no horário previamente combinado com o magistrado”.


VOLTAR