Colegiado debaterá riscos vividos pela arbitragem das ligas amadoras » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
9 de maio de 2019

Colegiado debaterá riscos vividos pela arbitragem das ligas amadoras

Foto Rede Acontece

A Comissão Especial de Desporto, Paradesporto e Lazer, da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), aprovou, em reunião na manhã desta quarta-feira (8), uma nova série de audiências públicas a serem realizadas até o fim deste ano. O primeiro encontro terá como tema a situação de risco vivenciada pelos árbitros do futebol amador, que atuam na capital e interior. Para esta audiência, serão convidadas associações e ligas de arbitragem, assim como representantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e da Polícia Militar (PM). De acordo com o deputado Bobô (PC do B), presidente da comissão, a audiência pública está prevista para o dia 29 de maio e é resultado de uma demanda crescente da categoria. “São mais de mil árbitros somente em Salvador. Enquanto muita gente está se divertindo, seja no final de semana ou até durante a semana, eles estão trabalhando. Apitar partidas é o trabalho do árbitro e precisa ser respeitado. Muitas vezes, eles são alvo de agressões, não apenas psicológicas como físicas. Ficam vulneráveis. É preciso pensar em uma solução para isto”, afirmou. Também foram aprovadas as audiências públicas para tratar de temas como a utilização de equipamentos esportivos públicos e sua função social; as mulheres no esporte em geral; as políticas públicas para o incentivo, promoção e desenvolvimento da prática de artes marciais na Bahia; e a precarização do futebol feminino. “A Copa de Futebol Feminino já teve todos os ingressos esgotados na França, e a grande importância do futebol feminino tem se estendido aos jogos escolares no interior. Penso que deveremos conversar com o Governo do Estado para propor essa discussão. Ou a gente fomenta através da estrutura pública um aporte para o futebol feminino ou o futebol feminino ainda não terá a condição de se sustentar sozinho, como acontece com os clubes do futebol masculino”,

Segundo Bobô, outra questão importante a ser debatida pelo colegiado é a profissionalização do futebol feminino, que já tem legislação que a autorize, mas ainda engatinha em cenário nacional. Conforme divulgou o parlamentar, um convite já foi feito ao superintendente de Futebol Feminino da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para discutir o assunto, entretanto, devido ao Mundial de Futebol Feminino que acontecerá no próximo mês, ficou combinado de agendar uma data a posteriori. “Nós tivemos a curiosidade de saber da CBF quando as meninas vão ter a carteira assinada como atleta profissional de futebol. Falei com Marco Aurélio Cunha. Nós sugerimos depois do mundial fazer um grande debate aqui na AL-BA”, contou.

Os convites ao secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães, e ao presidente da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), Vicente Neto, requeridos pela deputada Olívia Santana (PC do B), também foram aprovados durante a reunião ordinária. “Penso que já é tempo de conhecermos mais a fundo as políticas de esportes da secretaria estadual no segundo governo de Rui Costa”, afirmou a comunista.

ESPORTE E LAZER NO CAB

No início da reunião desta quarta-feira, o deputado Bobô divulgou como andam os desdobramentos de uma reunião entre a Comissão de Desporto com o secretário estadual da Administração, Edelvino Góes, sobre a possibilidade de fechamento do Centro Administrativo da Bahia (CAB), aos domingos, para as práticas esportivas e de lazer. Atualmente, os parlamentares aguardam que os procedimentos burocráticos sejam resolvidos entre município e Estado. Para Tiago Correia (PSDB), que também esteve no encontro, a expectativa é a melhor possível.

“Foi uma reunião muito produtiva com o secretário. Ele se colocou prontamente disposto a avançar com esse projeto, que já vem sendo defendido pelo deputado Bobô há mais de três anos. Tem aspectos internos que ainda vão ser definidos, por conta do acesso a alguns órgãos que poderiam ficar prejudicados. O secretário ficou de realizar reuniões internas. Eu acho que tem tudo para dar certo”, afirmou.

Sugerida por Olívia Santana, a data de experimento do novo espaço de lazer deverá ser no dia 5 de junho, quando também é comemorado o Dia do Meio Ambiente. “São cerca de 3 quilômetros que poderiam ser colocados à disposição da população, seja para o ciclismo como para o atletismo até uma simples caminhada. Vamos esperar para ter uma posição definitiva”, disse.

Quem mora hoje em Salvador já vê atividades semelhantes sendo desenvolvidas aos domingos na Avenida Magalhães Neto. “Inicialmente foi um processo simples e agora tomou corpo, e hoje todos têm ali uma relação de pertencimento”, concluiu Bobô.


VOLTAR