Comissão de Educação aprova meia-entrada para doadores de sangue » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 29-05-2020 » Os Canalhas | Silvio Luiz cita J. Jesus e cobra mais humildade do futebol brasileiro 29-05-2020 » Bruno Guimarães endossa Neymar | Assim como o menino da vila, o meio-campista achou futebol francês 'duro' 29-05-2020 » Análise - Lei em Campo | Clubes que acabarem com time feminino podem não disputar a Libertadores 29-05-2020 » Assista a partir das 19h | Hoje tem pré-estreia da nova série 'Drauzio em Campo: Amazônia' 29-05-2020 » Durante ditadura | Documento derruba suspeita de que Raul teria delatado P. Coelho 29-05-2020 » Música hoje na web | Lives de sexta: Matheus e Kauan, Felipe Araújo, Salgadinho, Ret e mais 29-05-2020 » Telejornalismo | Gottino se demite da CNN Brasil e volta à Record como estrela 29-05-2020 » Quarentena | Justiça suspende liminar que reabriria loja da Havan em SP 29-05-2020 » Sem luvas | Tyson vai receber US$ 20 milhões por volta; compare lutas 29-05-2020 » Hoje, a partir das 17h | Estúdio UOL em Casa: 5 fatos que você não sabia sobre Melim 29-05-2020 » Jogo contra Juventus | Por que título de 51 do Palmeiras não passa na TV e como ver imagens 29-05-2020 » Com Steve Carell | 'Space Force' não é 'The Office no espaço', mas vai te divertir 29-05-2020 » Caso Bilynskyj, em SP | Secretaria: Polícia errou ao contar fuzil a mais em casa de delegado 29-05-2020 » Carlos Affonso | Opinião: Brasil não precisa importar nova regra de Trump sobre redes sociais 29-05-2020 » Mercado de videogames | Preço do Switch mais do que dobra desde janeiro, e situação pode ficar muito pior 29-05-2020 » Mercado financeiro | Investe em fundos? O imposto come-cotas tirará um pouco do seu ganho hoje 29-05-2020 » Sevilla x Betis dia 11 | Espanhol oficializa retorno com clássico e jogos em quase todos os dias 29-05-2020 » Coronel vai chefiar a Funasa | Governo dá a partido do centrão presidência de órgão bilionário da Saúde 29-05-2020 » Entrevista ao UOL | Blefando, Bolsonaro acha que vai fazer o Supremo se ajoelhar, diz Dirceu 29-05-2020 » Tratava um câncer | Jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morre aos 63 anos em São Paulo
Publicidade
15 de maio de 2019

Comissão de Educação aprova meia-entrada para doadores de sangue


Foto: Edilson Rodrigues

Doadores regulares de sangue terão direito à meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos. O benefício está previsto no PL 1322/2019, aprovado nesta terça-feira (14) pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). O autor da proposta, senador Fabiano Contrato (Rede-ES), destaca que campanhas para incentivar a doação são realizadas anualmente, contudo, dados do Ministério da Saúde de 2016 mostram que apenas 1,6% da população brasileira doa sangue. O número está abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que sugere que ao menos 4% da população do país deve ser doadora. Para o senador, o benefício da meia-entrada pode incentivar esta ação humanitária. “Historicamente, o Estado não tem conseguido educar seus cidadãos com a cultura de doação de sangue. Assim, mostra-se necessário que o Poder Público tome medidas incentivadoras para o ato”, apontou o senador. Ele cita como exemplo os estados do Espírito Santo, Santa Catarina e Paraná que já concedem este benefício. Outros utilizam a doação regular como critério para a isenção de taxa para prestação de concurso público. Relatora da matéria, a senadora Leila Barros (PSB-DF), apresentou parecer favorável com duas emendas que retiram o detalhamento dos procedimentos para comprovação e identificação do doador frequente. “Optamos por manter a essência da intenção do legislador, para que os pormenores sejam tratados em regulamento”, explicou. No texto, Leila deixa explícito que farão jus ao benefício da meia-entrada os doadores regulares de sangue que comprovem, por meio da apresentação de documento oficial de identidade e de carteira de doador emitida por entidade autorizada pelo Poder Público, a realização de um mínimo de três doações em um período de doze meses. Após análise na CE, o projeto segue para análise na Comissão de Assuntos Sociais (CAS).


VOLTAR