Construção da Ferrovia Oeste Leste deve ser suspensa » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 31-03-2020 » Milo Araújo | Carreatas mostram como locomoção é indicador de desigualdades 31-03-2020 » Opinião | Parece necessário parar mobilidade na pandemia, mas não é bem assim 31-03-2020 » Relações institucionais | Casa Civil nega saída de Mandetta 'no momento'; ministro cita 'tensões' 31-03-2020 » Por menosprezar pandemia | Ministro do Supremo manda PGR analisar pedido de afastamento de Bolsonaro 31-03-2020 » Economia | Sem explicar números, Bolsonaro cita R$ 800 bi em recursos e fala em 1 ano para recuperação 31-03-2020 » Atila Iamarino no Roda Viva | Biólogo diz que covid-19 mata mais que síndrome respiratória 31-03-2020 » Ação inédita | Juíza concede 'direito de resposta' a indígenas por falas de Bolsonaro 31-03-2020 » Vítimas da covid-19 | SP: primeira morte em Campinas é de idoso que vivia em asilo 31-03-2020 » Opinião | Salvar vidas ou economia na crise é falso dilema 31-03-2020 » País é o mais atingido | Itália prorrogará quarentena até 12 de abril para conter coronavírus 31-03-2020 » Epidemia pelo mundo | Após minimizar covid, Trump recua e diz que queria acalmar EUA 31-03-2020 » Testes na população | RS começará 1ª grande pesquisa de prevalência do coronavírus 31-03-2020 » 'Brasil não pode parar' | Procuradores querem ação de improbidade contra Secom por campanha 31-03-2020 » Vice-presidente do ST | Fux defende câmaras de conciliação em conflitos trabalhistas na pandemia 31-03-2020 » Em Paris | Funcionária de funerária faz relato doloroso sobre crise 31-03-2020 » Aulas suspensas | Merendeiros e cuidadores são demitidos em SP 31-03-2020 » Na periferia de SP | Pandemia reduz encomendas de ovos de Páscoa 31-03-2020 » Caso atenda Bolsonaro | Empresa pode ser punida se empregado contrair covid-19 31-03-2020 » Relato de uma médica | 'A grande maioria dos casos não está sendo diagnosticada' 31-03-2020 » Quarentena | Dicas de atividades para crianças acima de 10 anos
Publicidade
8 de outubro de 2019

Construção da Ferrovia Oeste Leste deve ser suspensa

Foto Sudoeste Acontece

Com a ação, o MPF pretende evitar a malversação e emprego indevido de recursos públicos federais já que os terminais portuários – ponto final da ferrovia – ainda não têm viabilidade ambiental certificada. O Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus (BA) propôs uma ação civil pública com pedido liminar para suspender, imediatamente, todas as ações relativas à construção do sub trecho Barreiras – Ilhéus da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), até que os procedimentos de licenciamento ambiental do Porto Sul e do Terminal de Uso Privativo – TUP da Bamin sejam concluídos. A VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias, réu na ação do MPF, foi a empresa que obteve a outorga de construção, uso e gozo da ferrovia. Orçada em 4,5 bilhões de reais, de acordo com informações do Tribunal de Contas da União (TCU), a Fiol vai transportar grãos e minérios por um trajeto que começa em Figueirópolis (TO), atravessa os Estados de Goiás e Bahia e termina na cidade de Ilhéus, onde os produtos serão exportados por meio dos futuros Porto Sul e Terminal de Uso Privativo da Bahia Mineração. Com a liminar, o MPF pretende evitar a malversação e emprego indevido de recursos públicos federais uma vez que o Ibama não concluiu os procedimentos de licenciamento ambiental do Porto Sul e do TUP da Bamin, e, portanto, não certificou a viabilidade ambiental desses empreendimentos, tampouco autorizou a sua localização na região de Ponta da Tulha, local onde a VELEC pretende instalar o trecho final da ferrovia. Autores da ação civil pública, os procuradores da República Eduardo El Hage e Flávia Arruti afirmam que o MPF não é contrário à construção da ferrovia ou à utilização desse meio de transporte, que, comprovadamente, é mais econômico e moderno. “O objetivo da ação é apenas evitar que o dinheiro público seja desperdiçado pela construção de uma ferrovia que não tem ponto final definido”. De acordo com os procuradores, considerando que a Fiol transportará grãos e minérios do Oeste do País até a cidade de Ilhéus/BA, para serem exportados pelo porto público, e que a construção deste porto ainda não possui licença ambiental nem localização exata, “o início das obras da ferrovia pode significar o desperdício de bilhões de reais em recursos públicos federais, que serão, simplesmente, jogados no lixo, caso o porto não seja construído no local em que o trajeto da ferrovia será finalizado”, afirmam. Da mesma forma que o porto público, o terminal de uso privativo da Bamin não possui qualquer licença ambiental, nem localização definitiva. O procedimento de licenciamento ambiental do TUP da Bamin encontra-se na fase de análise do EIA/RIMA apresentados pela empresa interessada ao Ibama. Além disso, a autarquia federal negou a licença prévia para a construção do terminal privado. Na ação, o MPF pede que a Justiça conceda liminar determinando a imediata suspensão de todas as ações referentes à construção do sub trecho Barreiras – Ilhéus da Fiol, tendo em vista que a licença de instalação do empreendimento foi expedida em novembro do ano passado e as ordens de serviço para o inícios das obras jã foram emitidas.


VOLTAR