Copa do Mundo deve movimentar mais de R$ 20 bilhões no país » Rede Acontece
Últimas
17-06-2018 » Coração meio a meio | Famílias se dividem entre Brasil e Suíça em cidade do jogo de estreia 17-06-2018 » Mascote bravo? Nada! Paz e amor | Canarinho Pistola tira foto com torcedor da Suíça antes do jogo do Brasil 17-06-2018 » Sorte? Talvez! | Sem ingresso, argentino viaja 23 dias para a Copa e ganha camisa de Messi 17-06-2018 » Busto de CR7 é trocado mais uma vez em aeroporto. E ninguém sabe o motivo 17-06-2018 » Goleiro belga compara técnico da Costa Rica com Wagner Moura em Narcos 17-06-2018 » Parlamentar canadense descobre que é parente de 22 jogadores da seleção islandesa 17-06-2018 » Fernanda Gentil faz discurso motivacional antes de jogo do Brasil e viraliza na web 17-06-2018 » Só craques? Não! | Sete jogadores da Copa que atuam em times de 2ª divisão 17-06-2018 » Qatar-2022 | Assista à próxima Copa ao vivo guardando menos de R$ 230/mês 17-06-2018 » Pode vir, espião | Técnico da Coreia troca número de jogadores para confundir Suécia 17-06-2018 » Livro discute questão | Alex? Dener? Qual o maior craque que nunca jogou Copa? 17-06-2018 » Atropelamento em Moscou | Motorista que feriu pedestres diz que passou 20 horas dirigindo 17-06-2018 » Grupo do Brasil | Sérvia supera Costa Rica do goleiro Navas com gol de falta 17-06-2018 » "Nem precisa voltar" | Maradona ataca Sampaoli e sai em defesa de Messi 17-06-2018 » Acompanhe agora os lances de Alemanha x México 17-06-2018 » Hoje às 15h | Brasil estreia em estádio de R$ 1 bi cercado por barracos, ratos e ruínas 17-06-2018 » Mensagem à torcida | "Não tenho medo nenhum de sonhar grande", afirma Neymar 17-06-2018 » "Estamos focados" | Brasil não deve ter facilidades, afirma goleiro da Suíça 17-06-2018 » Chegou a hora | Tite teve autonomia e estrutura inédita para formar seleção 17-06-2018 » Mujique | Uma palavra russa que está no dicionário brasileiro e não é vodca
Publicidade
grafica bandeirante intersorft supermercado centrel lab laboratorio centro medico sao gabriel clinica master
14 de junho de 2018

Copa do Mundo deve movimentar mais de R$ 20 bilhões no país

Foto: Reprodução

Uma pesquisa realizada nas capitais brasileiras pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) projeta que cerca de 60 milhões de consumidores brasileiros devem gastar com produtos ou serviços relacionados à Copa do Mundo. Apenas 25% dos entrevistados na pesquisa não devem consumir produtos ligados ao Mundial. Segundo o estudo, os jogos do Mundial devem movimentar cerca de R$ 20,3 bilhões nos setores de comércio e serviços em todo o país.

A pesquisa ouviu 1.061 consumidores de ambos os gêneros, de todas as classes sociais, acima de 18 anos e em todas as capitais para detectar o percentual de quem vai assistir e acompanhar a Copa do Mundo. Depois, a pesquisa se aprofundou a partir de 843 entrevistados que pretendem acompanhar ao evento. Os entrevistados poderiam optar por mais de uma resposta.

Segundo a projeção, o foco da maior parcela de gastos está ligado ao consumo de alimentos e bebidas para o acompanhamento das partidas nas próprias residências dos torcedores, como tira-gostos (56%), pipocas (37%), salgados (39%), cerveja (74%), refrigerantes (72%), água (69%) e itens para churrasco (49%). Esses gastos representam 91% dos entrevistados.

Outros serviços que serão fonte de gasto dos torcedores na Copa serão as idas em bares e restaurantes para assistir as transmissões da Copa – um total de 62% dos entrevistados. As compras de adereços, decoração e acessórios representam, respectivamente, 61%, 54% e 48% do foco de consumo, segundo o levantamento realizado. A pesquisa indica ainda que 46% dos consumidores participarão de bolões, 38% irão adquirir serviços de internet para smartphone e 21% pretendem contratar pacotes de TV.

Apesar de toda essa movimentação financeira, metade dos consumidores entrevistados não pretendem realizar as compras nos horários de transmissão dos jogos.

Segundo o levantamento, os principais locais de compra serão os supermercados (68%), lojas de rua (35%) e camelôs (28%).

A média de gastos para quem vai acompanhar as partidas na casa de amigos ou parentes (44%) será de R$ 119, enquanto os que pretendem ir à bares ou restaurantes (22%) terão uma média de R$ 128. Para 35% dos entrevistados, a prioridade na escolha do estabelecimento está relacionada principalmente ao preço acessível das bebidas, e atrás estão questões como ‘qualidade do serviço’ (30%), ‘presença de amigos ou familiares (27%), e o ‘tamanho do telão’ em que os jogos serão exibidos (27%).

Em 17% dos casos, a empresa onde o entrevistado trabalha pretende liberar os funcionários durante os jogos da seleção brasileira. Os trabalhadores que garantem ter um horário flexível de trabalho ou que irão fazer uma pausa no expediente durante as partidas, ambos representam a parcela de 14%. Apenas 6% disseram que os funcionários irão trabalhar regularmente e sem pausa durante as partidas.


VOLTAR