Copa enfrenta ameaça de ataques de 'extremistas ucranianos' » Rede Acontece
Últimas
22-06-2018 » Fugindo do ócio | Estádio candidato a "elefante russo" vai imitar Mané Garrincha 22-06-2018 » Rita se orgulha do camisa 9 | Professora pagava cópias de prova na escola de Gabriel Jesus 22-06-2018 » Espalhados pelo Mar Negro | A mando da Fifa, hotel da seleção tem quatro navios de patrulha 22-06-2018 » Político assassinado | Memorial de crítico ao Kremlin é confundido com comércio de flores 22-06-2018 » Opinião | Nina Lemos: Brasileiro sendo machista não é só na Copa do Mundo 22-06-2018 » Lá na Sibéria | Asteroide destruiu área maior que a de São Paulo há 110 anos 22-06-2018 » Mulher de peito | Dona da Hope prova todos os sutiãs e só vende aquilo que usaria 22-06-2018 » Vitória na acréscimos | Gol no fim alivia Neymar em dia de reclamação, broncas, VAR e choro 22-06-2018 » Ahmed Musa abre o placar para a Nigéria contra a Islândia 22-06-2018 » Situação complicou na Copa | Messi apagado? 4 questões podem explicar desempenho 22-06-2018 » Análise | Stycer: Galvão critica 'gesto artístico', mas se comove com choro de Neymar 22-06-2018 » Clima no estádio | Irritação com árbitro e sofrimento conectam torcida e seleção 22-06-2018 » 2 a 0 contra a Costa Rica | Tite vê 'aula' no 2º tempo 22-06-2018 » Laqueadura compulsória | Onde está o bebê da mulher esterelizada em Mococa (SP)? 22-06-2018 » Datafolha | Para eleitores, Lula é o mais preparado para aquecer economia 22-06-2018 » Assédio na Rússia | Russo que beijou repórter se desculpa: 'Brincadeira infeliz' 22-06-2018 » Imigração nos EUA | Menina de foto icônica não foi separada da mãe, conta pai 22-06-2018 » Luciana Gimenez "narra" jogo da seleção e diverte web com comentários 22-06-2018 » 'Meu pai fez um golaço que eu gostei demais', comemora David Lucca, filho de Neymar 22-06-2018 » Após vídeo ofensivo, colombianos se desculpam na embaixada do Japão
Publicidade
supermercado centrel centro medico sao gabriel grafica bandeirante clinica master lab laboratorio intersorft
12 de junho de 2018

Copa enfrenta ameaça de ataques de ‘extremistas ucranianos’

Foto: Reprodução

Extremistas ucranianos podem organizar ataques à Rússia durante a Copa do Mundo, que tem início na quinta-feira (14). As informações são da entidade Football Against Racism in Europe (Futebol contra o racismo na Europa, ou “Fare”, na sigla em inglês), citada pelo jornal russo “Izvestia”. Além das provocações entre torcedores de outras seleções, os ucranianos podem tentar levar aos estádios bandeiras nazistas e outros símbolos proibidos pela Fifa. “Neste caso, a Fifa se veria obrigada a sancionar os organizadores do Mundial”, explicou Yanis Kuzins, representante da Fare. Além disso, segundo ele, “o fato de que a Ucrânia não disputará a Copa poderia servir de motivação adicional”. Por outro lado, o Comitê Organizador do Mundial garantiu que os serviços de segurança estão preparados para evitar todo tipo de provocação. O temor de “desordem” se baseia no congelamento das relações entre Rússia e Ucrânia após a anexação da Crimeia por parte de Moscou e a sucessiva guerra na região de Donbass. As autoridades de Kiev condenaram, mais de uma vez, a Copa da Rússia, convocando um boicote internacional à competição. Além disso, há um mal-estar envolvendo o cineasta ucraniano Oleg Sentsov, preso em colônia penal em terras russas e que está realizando uma greve de fome contra o presidente Vladimir Putin. Sentsov exige a libertação de “presos políticos” por Moscou após a anexação da Crimeia pela Rússia.


VOLTAR