Cresce movimento em agências de viagem virtuais com dólar caro » Rede Acontece
Últimas
19-10-2018 » Ao Vivo | Band realiza debate eleitoral em 6 estados e no DF; acompanhe 19-10-2018 » Corrida presidencial | Datafolha: Bolsonaro tem 59%, e Haddad, 41% dos votos válidos 19-10-2018 » Campanha dos presidenciáveis | Pode estar ressentido, diz Haddad de recusa de Ciro 19-10-2018 » Sétimo Guardião vem aí | Realidade é tão terrível que voltei para fantasia, diz Aguinaldo Silva 19-10-2018 » Nega briga política | Marquezine confirma fim de namoro com Neymar: "Decisão dele" 19-10-2018 » Cuidado | Ameaçar a vida e a integridade de alguém nas redes é crime 19-10-2018 » Profissional do game | Longe do futebol, Jean Chera se dedica ao Fifa e jogará Brasileiro 19-10-2018 » 'Lamentável' | Susto e tristeza: como a banda de Roger Waters reagiu às vaias em SP 19-10-2018 » Ainda sem data para começar | Vítimas de pedofilia serão ouvidas em projeto-piloto do Vaticano no Brasil 19-10-2018 » Testemunha relata grito de 'Bolsonaro' | Grupo tenta evitar que travesti seja enterrada como indigente em SP 19-10-2018 » Remédio Vivo | Medicamentos biológicos tratam de câncer a doença viral; entenda 18-10-2018 » Eleições nas redes sociais | Campanha de Bolsonaro notificará empresas e processará Haddad 18-10-2018 » Mais Datafolha nos Estados | No Rio, Witzel tem 61% dos votos válidos 18-10-2018 » Disputa ao Governo de SP | Doria tem 53% e França, 47% dos votos válidos, diz Datafolha 18-10-2018 » Opinião | Justiça não pode duvidar que Ustra foi torturador 18-10-2018 » Caso Bolsonaro seja eleito | Ilan se prepara para deixar BC ao fim do mandato de Temer, segundo fontes
Publicidade
9 de fevereiro de 2016

Cresce movimento em agências de viagem virtuais com dólar caro

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O setor de turismo pela internet tem aproveitado o crescimento do comércio virtual no país e a alta do dólar para seguir avançando, mesmo com a crise econômica do Brasil. Para isso, essas empresas apostam em preços baixos e altos investimentos em marketing, o que tende a deixar o lucro no curto prazo em segundo plano. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a Decolar teve aumento de 30% em seu faturamento no país em 2015. De acordo com a consultoria norte-americana PhocusWright, a companhia argentina tem a maior participação no turismo on-line brasileiro. Dois fatores permitem o avanço em contexto de recessão: o cliente brasileiro está mais seguro na compra pela internet e o investimento da companhia em promoções. Segundo Antônio Gomes, cofundador e diretor comercial do Hotel Urbano, o momento da empresa ainda é de crescer e ganhar mercado. A estratégia para o crescimento acelerado é baseada em investimento em marketing para trazer clientes para o site e na oferta de pacotes a preços baixos.


Tags:
VOLTAR