Criminosos explodem bomba em viaduto no 9º dia de ataques no Ceará » Rede Acontece
Últimas
16-01-2019 » Se diz explorada | Rihanna abre processo contra o próprio pai, Ronald Fenty; entenda 16-01-2019 » Contas | Veja 7 dicas para economizar na compra de material escolar 16-01-2019 » Loterias | Mega acumula e pode pagar R$ 27 milhões na quinta; veja dezenas 16-01-2019 » Copa São Paulo | Figueirense elimina Palmeiras, que mantém jejum na competição 16-01-2019 » Fim de contrato | Acusado de assédio, José Mayer deixa a Globo após 35 anos 16-01-2019 » Medida é considerada ilegal | Sindicatos querem tirar reajuste salarial de quem não pagar contribuição 16-01-2019 » Italiano preso | Bolívia descarta atuação brasileira em captura de Battisti 16-01-2019 » Querem implantar no Brasil | Bancada do PSL vai à China importar sistema que reconhece rostos 16-01-2019 » Ministro da Justiça | Para Moro, críticas indicam que decreto de posse de arma foi "ponderado" 16-01-2019 » Presidência da Câmara | Esquerda não chega a acordo e pode liberar voto de deputados 16-01-2019 » Assinado por Bolsonaro | Decreto frustra defensores de acesso a armas; indústria aprova 16-01-2019 » 1ª visita de chefe de Estado | Macri vem ao Brasil e discute com Bolsonaro Mercosul e Venezuela 16-01-2019 » Antes de tomar posse | Bolsonaro recebeu R$ 33,7 mil de auxílio-mudança da Câmara 16-01-2019 » Combustível feito em um único local | Parada em refinaria da Petrobras deixa aviões agrícolas sem gasolina 16-01-2019 » 'Frankenstein' de 2018 | Misturamos modelos de celulares para criar o 'aparelho dos sonhos' 16-01-2019 » Interpretação de mapa astral | Para de ser doida! Sense Márcia analisa a vida da youtuber Evelyn Regly
Publicidade
10 de janeiro de 2019

Criminosos explodem bomba em viaduto no 9º dia de ataques no Ceará

Foto Reprodução

Criminosos explodiram uma bomba na estrutura de um viaduto no bairro Parangaba, em Fortaleza, no Ceará, na madrugada desta quinta-feira (10), 9º dia seguido de ataques no estado. Com este atentado, subiu para 174 o número de ações criminosas confirmadas em pelo menos 42 dos 184 municípios cearenses. A onda de violência é uma represália à ação do governo de acabar aumentar o rigor na fiscalização das unidades prisionais e acabar com divisão dos presos por facções nos presídios. O governador Camilo Santana (PT) informou que chefes de facções criminosas que estavam presos no Ceará foram transferidos para presídios federais. A Secretaria da Segurança Pública comunicou que 239 suspeitos foram capturados por envolvimento nos ataques.


Tags:
VOLTAR