Cruzeiro vence Corinthians no primeiro jogo da final da Copa do Brasil » Rede Acontece
Últimas
19-10-2018 » 2º turno em SP | Por apoio a França, prefeitos saem do PSDB em São Paulo 19-10-2018 » Denúncias de eleitores | Vídeos com urna que autocompleta voto a presidente são falsos 19-10-2018 » Denúncia na campanha presidencial | Disparo de mensagens contra o PT no WhatsApp constrange o TSE 19-10-2018 » Mais eleições nas redes | Candidatos declaram gasto de R$ 3 milhões com WhatsApp 19-10-2018 » Pesquisa Datafolha | Eleitores de esquerda ampliam vantagem de Bolsonaro 19-10-2018 » Em boate de Barcelona | Após dispensar Bruna, Neymar Jr. é flagrado com ex-namorada 19-10-2018 » 'Quase híbrido' | Mercedes Classe C ficará mais caro por pegadinha do IPI 19-10-2018 » Jogadora de vôlei | 'Só está rolando reclamação porque eu sou boa', diz Tifanny 19-10-2018 » Veja quem oferece | Chave inteligente cobra até R$ 6 mil para abrir, ligar e estacionar carro 19-10-2018 » Nega briga política | Marquezine confirma fim de namoro com Neymar: "Decisão dele" 19-10-2018 » Destruiu placa de Marielle | Mais votado para Alerj quer PSL na Comissão de Direitos Humanos 19-10-2018 » Brasileirão | Corinthians liga alerta sobre rebaixamento, mas risco é tão alto? 19-10-2018 » França e Doria disputam governo | 'Crau', Bolsonaro 'coitado' e bronca do mediador: as frases do debate em SP 19-10-2018 » Previsão de chegada é 2025 | Europa e Japão lançam sua 1ª missão com a meta de explorar Mercúrio 19-10-2018 » R$ 6,7 milhões | BNDES libera verba para fazer rede de recarga de carros elétricos no país
Publicidade
11 de outubro de 2018

Cruzeiro vence Corinthians no primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Foto Reprodução

O Corinthians voltou a apresentar os mesmos defeitos dos últimos jogos e perdeu para o Cruzeiro por 1 a 0 nesta quarta-feira no Mineirão, no primeiro duelo da final da Copa do Brasil. O ataque, mais uma vez foi ineficiente e não chutou a gol. O setor defensivo deu espaço e Thiago Neves deitou e rolou. O jogador infernizou a zaga corintiana e marcou o gol da vitória no finalzinho do primeiro tempo.

Agora, o time de Jair Ventura precisa ganhar por dois gols de diferença na próxima quarta-feira, em casa, para ficar com o título. Se vencer por um, levará a decisão para os pênaltis. O Cruzeiro conquista o seu sexto título da Copa do Brasil, sendo o segundo consecutivo em caso de empate.

Nos minutos iniciais da partida desta quarta, o Corinthians deu a impressão de que estava disposto a sair mais para o jogo. A postura era completamente diferente daquela contra o Flamengo, no Maracanã, no duelo de ida da semifinal. Romero estava ligado e era quem tentava mais buscar o jogo. O Cruzeiro tinha um pouco mais de posse de bola, mas não conseguia chutar a gol.

As coisas começaram a mudar a partir dos 18 minutos e graças a Thiago Neves. O meia estava inspirado e tratou de infernizar a zaga corintiana. Ele primeiro obrigou Cássio a defender chute cruzado. Na sequência, cabeceou para fora. Um pouco depois, chutou cruzado e mandou na trave. E não parou de insistir, tanto que foi dele o cruzamento na cabeça de Léo, que obrigou Cássio a fazer um milagre.

O Corinthians tinha dificuldade para chegar à área adversária e foi recuando. Nas arquibancadas, a torcida em muito menor número do que a do time mineiro cantava mais alto e tentava empurrar o time. Já Cássio buscava esfriar o jogo. Caiu pelo menos duas vezes e pediu atendimento médico. Mas o árbitro não foi na dele e deu cinco minutos de acréscimos. Com Gabriel dando espaço na marcação, Thiago Neves aproveitou. Aos 46, Egídio fez boa jogada pela esquerda e o camisa 10 desta vez mandou para as redes. A bola ainda tocou na mão de Henrique e entrou. O zagueiro já havia desviado uma bola para o próprio gol no segundo duelo da semifinal da Copa do Brasil contra o Flamengo.

Jair Ventura optou por não mexer na equipe na volta do intervalo. E mesmo precisando buscar o empate, o time não conseguia reagir. Acabou, então, apostando em Pedrinho aos 15 minutos da etapa final, no lugar do apagado Clayson. Mas quem assustou foi Barcos ao aparecer na segunda trave e cabecear cruzado com perigo. Depois, Araos entrou na vaga de Mateus Vital, que também pouco produziu.

O Corinthians tinha mais posse de bola, mas era o Cruzeiro quem mais chegava perto do segundo gol. O time mineiro perdeu ainda mais uma chance em cabeceio de Dedé, que saiu à linha de fundo.

Depois, Jadson, outro apagado em campo, deu lugar a Emerson Sheik. Mas o Corinthians pouco conseguiu produzir e o Cruzeiro parecia satisfeito com o resultado. Nos acréscimos Araos cometeu falta dura no meio-campo e foi expulso. E Anderson Daronco apitou o fim da partida: 1 a 0 para o Cruzeiro na primeira final.

Os times terão compromissos no fim de semana pelo Campeonato Brasileirão. No sábado, o Corinthians fará clássico com o Santos no Pacaembu. Já o Cruzeiro jogará no dia seguinte com o Vasco em São Januário.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 1 X 0 CORINTHIANS

CRUZEIRO – Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Rafinha (Rafael Sobis), Thiago Neves (David) e Robinho; Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Gabriel; Romero, Jadson (Emerson Sheik), Mateus Vital (Araos) e Clayson (Pedrinho). Técnico: Jair Ventura.

GOL – Thiago Neves, aos 46 minutos do primeiro tempo

ÁRBITRO – Anderson Daronco (Fifa/RS).

CARTÕES AMARELOS – Léo Santos e Jadson (Corinthians); Thiago Neves e Egídio (Cruzeiro).

CARTÃO VERMELHO – Araos (Corinthians).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Mineirão, em Belo Horizonte (MG).


VOLTAR