Cunha apresenta hoje questionamentos sobre rito de impeachment » Rede Acontece
Últimas
21-06-2018 » Operação na Maré | RJ: morre jovem de 14 anos baleado a caminho da escola 21-06-2018 » Julgamento no STF | Quais as chances de Lula ser solto pelo STF na próxima semana? 21-06-2018 » Imigrantes na fronteira | Brasil vai orientar os pais em ações para resgatar filhos separados nos EUA 21-06-2018 » Denunciaram abusos | Testemunhas dizem que foram procuradas pela Lava Jato para falar sobre sítio e Lula 21-06-2018 » Mais equilíbrio | Análise: Globalização acabou com a 'velha' Copa, e isso é ótimo 21-06-2018 » Montanha-Russa | Cid: 'Jogador com coque samurai não costuma ir bem' 21-06-2018 » Página Cinco | Falta um livro sobre o 'vidente' que cravou o 7 a 1 no bolão em 2014 21-06-2018 » Falha de Cobertura | Neymar treina normalmente para se jogar no chão; assista 21-06-2018 » Burger King é criticado por pedir que russas engravidem de atletas na Copa 21-06-2018 » Espanhol diz que Irã foi 'desleal'; técnico rebate e cita lance de Ramos com Salah 21-06-2018 » 'Talvez o Brasil ganhe de nós em 19 de 20 jogos', diz meia da Costa Rica 21-06-2018 » Que brilho! Anel de namorada de CR7 chama atenção durante jogo de Portugal 21-06-2018 » Cabeleireiro de Neymar bloqueia comentários após críticas ao visual na Copa 21-06-2018 » Pesquisa mundial | Comida está na mão de poucos, e agricultor fica pobre, diz estudo 21-06-2018 » Ex-BBB | Como no caso da Fani: que fazer se hackearem seu Instagram? 21-06-2018 » Mudança climática | Geleiras derretendo e tempestades: veja marcas do aquecimento 21-06-2018 » Desrespeito na Rússia | Ministério público vai investigar brasileiros que insultaram russa 21-06-2018 » Mundial ou La Liga? | Campeonato Espanhol domina gols da Copa, e hoje não foi diferente 21-06-2018 » Brasil x Costa Rica | Multicampeão e 'herói', Navas encara Alisson, seu possível sucessor 21-06-2018 » Jogo pelo grupo C | Guerrero é aposta do Peru para fazer valer a espera de 36 anos
Publicidade
grafica bandeirante intersorft lab laboratorio centro medico sao gabriel supermercado centrel clinica master
1 de fevereiro de 2016

Cunha apresenta hoje questionamentos sobre rito de impeachment

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Com a volta das atividades dos três Poderes em Brasília, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), apresentará nesta segunda-feira, 1º, questionamentos ao rito para o processo de impeachment estabelecido no final do ano passado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar de confirmar ida ao STF para participar da cerimônia de retomada dos trabalhos da Corte nesta tarde, não será Cunha quem protocolará os embargos de declaração. O presidente da Câmara tem evitado dar detalhes dos questionamentos, alegando que não quer agredir o STF. No entanto, disse a interlocutores que questiona vários pontos e que a peça a ser apresentada está “bem contundente”. O presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, no entanto, já disse pessoalmente a Cunha que o voto do ministro Luís Roberto Barroso era claro e que, se fosse lido, muitas dúvidas poderiam ser esclarecidas. Lewandowski recebeu Cunha no dia 24 de dezembro em uma conversa aberta à imprensa. Os ministros do STF ficaram incomodados com a forma como ocorreu o pedido da audiência, anunciada antes por Cunha em declaração à imprensa assim que o Supremo encerrou o julgamento. O presidente do STF afirmou à época que o acórdão é capaz de dirimir dúvidas sobre a questão do impeachment e que seria um exercício de “futurologia” tratar de possíveis impasses na eleição das comissões permanentes na Câmara antes da publicação do texto. Cunha decidiu que os colegiados da Casa só voltarão às atividades após o Supremo esclarecer todas as dúvidas.Para Cunha, há dúvidas sobre o alcance e a aplicação do julgamento do rito do impeachment e citou, como exemplo, se a decisão se restringe ao processo de afastamento da presidente da República ou se estende à eleição de comissões permanentes na Casa. O peemedebista pede rapidez na publicação do acórdão e prevê que não será possível definir a composição das comissões sem o esclarecimento da Corte.


VOLTAR