Cunha pede que STF trave denúncia até deixar presidência da Câmara » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 22-07-2019 » Desmatamento no Brasil | Bolsonaro quer embargar dados do Inpe para não ser 'pego de calças curtas' 22-07-2019 » 23 mortos em Osasco em 2013 | PMs condenados por maior chacina de SP são expulsos às vésperas de recurso 22-07-2019 » Sucessão de escândalos e intrigas | Cidade de Alagoas tem os prefeitos afastados desde 2000 por corrupção 22-07-2019 » De Uno a Ford Ka | PitsTop: veja cinco carros que serão futuros clássicos nacionais 22-07-2019 » Minha História | Esquiva relembra: Me disseram 'entregue a droga, não é para você' 22-07-2019 » Projeto de Moro | 'Há uma má vontade com o pacote anticrime', diz relator na Câmara 22-07-2019 » Ela tinha 24 anos | Ex-noivo de Alinne Araújo fala sobre morte dela: 'Tentei de tudo' 22-07-2019 » Confira os modelos | Chevrolet faz recall de Cruze, Tracker e Sonic por falha em airbag 22-07-2019 » Jogador foi ao SBT | Análise: Silvio entra na operação de limpeza da imagem de Neymar 22-07-2019 » Torneio de clubes | Falhas na Copa América deixam Brasil longe do Mundial-2021 22-07-2019 » Aeroporto no estado | Governador da BA não irá a inauguração por atritos com Bolsonaro 22-07-2019 » Tabela do frete | Após governo recuar, caminhoneiros prometem extinguir grupos sobre greve 22-07-2019 » Decreto publicado hoje | Bolsonaro após redução em órgãos: 'Não podemos ficar reféns de conselhos' 22-07-2019 » Desigualdade global | Afetados pela globalização perdem status e se rendem ao populismo na Europa 22-07-2019 » Novo congelamento de gastos | Governo anuncia bloqueio de R$ 1,44 bi e não detalha em que pasta 22-07-2019 » Em 6 meses de governo | 4 em 10 dizem que Bolsonaro não fez nada de positivo, aponta Datafolha 22-07-2019 » Violência após o Gre-Nal | Clubismo é fascismo? Cachecol de colorada agressora gera confusão e debate 22-07-2019 » Reinaldo Azevedo | Moro e Deltan, os valentões, fogem do caso Flávio 22-07-2019 » Pellegrino/Miklos | Tabata Amaral não é Alexandria Ocasio-Cortez 22-07-2019 » Flávio Ricco | Fim do horário de verão irá mexer com ibope?
Publicidade
20 de janeiro de 2016

Cunha pede que STF trave denúncia até deixar presidência da Câmara

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

A defesa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tenta no Supremo Tribunal Federal (STF) adiar a análise da denúncia oferecida contra o parlamentar pela Procuradoria-Geral da República (PGR) até o fim do seu mandato à frente da Casa. A presidência de Cunha na Câmara está prevista para se encerrar em fevereiro de 2017. O pedido faz parte da resposta de Cunha à denúncia oferecida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre o suposto recebimento de propina de US$ 5 milhões em contrato da Petrobrás. O material da defesa do parlamentar possui 107 páginas e foi protocolado em dezembro no Supremo. As informações foram reveladas nesta terça-feira, 19, pelo jornal Folha de S. Paulo. De acordo com os advogados do peemedebista, deve ser aplicado a ele, por analogia, o mesmo procedimento adotado para Presidente da República. Pelo artigo 86 da Constituição, o Presidente da República não pode ser responsabilizado durante o mandato por atos cometidos fora do exercício das funções.O dispositivo previsto para a Presidência da República, na leitura dos advogados do parlamentar, se aplica a Cunha pois o presidente da Câmara é o terceiro na linha de sucessão presidencial. “Caso os fatos imputados ao denunciado tivessem ocorrido – o que se admite apenas para argumentar – estes não autorizariam o seu processamento (…) na medida em que referentes a atos tanto anteriores como estranhos ao mandato ora ocupado”, escrevem os advogados. A peça deve ser analisada pela PGR e posteriormente levada a julgamento pelo plenário do STF. Leia mais no Estadão.


Tags:
VOLTAR