'Dedo de Constantino' é encontrado no Museu do Louvre » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 19-05-2019 » Evento Cultural em SP | Virada tem arrastões e denúncias de assédio durante a madrugada 19-05-2019 » Risco de rompimento em MG | Simulado em Barão de Cocais tem protesto contra Vale 19-05-2019 » Por causa de Hitler | O dia em que o Tottenham 'declarou guerra' à Inglaterra 19-05-2019 » Especulações | Coutinho, Hazard e mais 8 agitam mercado europeu; confira 19-05-2019 » Saiu! | Ouça Paula Fernandes e Luan cantando a versão de Shallow 19-05-2019 » Bolsonaro quer corte | F-1: Petrobras não gasta R$ 782 mi em publicidade na McLaren 19-05-2019 » Jovem volta a brilhar | Fluminense faz 4 e goleia Cruzeiro no Maracanã; veja os gols 19-05-2019 » Contestadas | 30 medidas do governo Bolsonaro já são alvo de ações no Supremo 19-05-2019 » Usou detector de metal | Italiano acha moedas históricas do Brasil em AL e é detido por tentar vendê-las 19-05-2019 » Katia Rubio | Educar tem capacidade de transformar 19-05-2019 » Daniel Buarque | Brasil tem imagem externa de ser ingovernável 19-05-2019 » Cozinha Bruta | Quem zomba da mortadela tem nojo de pobre 19-05-2019 » Rodrigo Zeidan | Inflação e recessão já estão virando a rua 19-05-2019 » Daniel Castro | Justus e diretor da Band disputam fofoqueiro 19-05-2019 » Renato S. de Lima | Vida de 5 milhões de pessoas feridas é ignorada 19-05-2019 » D. Magnoli | Prazo de validade de presidente é 2020 19-05-2019 » Paola Machado | Por que não avacalhar a dieta no fim de semana 19-05-2019 » Perrone | Carille paga por fraco desempenho de Boselli 19-05-2019 » Flávio Ricco | Prateleira de novos programas pesa na Band 19-05-2019 » Jean Wyllys | Deu esperança e orgulho ver os atos por educação
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
5 de junho de 2018

‘Dedo de Constantino’ é encontrado no Museu do Louvre

Foto: Reprodução

O dedo da mão da estátua do imperador Constantino exposta nos Museus Capitolinos, em Roma, foi achado no Louvre, em Paris, na França. Com 38 centímetros e de propriedade da coleção do banqueiro romano Giampietro Campana, o dedo pode estar há centenas de anos no acervo do museu parisiense.

A descoberta foi feita no dia 17 de maio, durante um projeto de pesquisa sobre as técnicas de produção de esculturas em bronze, realizado pelo próprio Louvre e pelo Centro de Pesquisa e Restauração dos Museus da França. O departamento de antiguidades gregas, etruscas e romanas do Louvre resolveu testar a hipótese de o fragmento ser da estátua de Constantino em conjunto com o museu italiano, e foi confirmado que a reprodução em resina do dedo, feita em 3D, se encaixava perfeitamente na mão da escultura.

Agora uma pesquisa está em andamento para entender quando o dedo foi retirado e como ele chegou na coleção de Campana. “O dedo provavelmente se destacou na separação entre a mão e o globo que originalmente existia, quando, em 1584, este último foi colocado no topo de uma coluna”, disse Claudio Presicce, superintendente dos Museus Capitolinos.

Ainda segundo Presicce, uma gravura de 1759 publicada pelo abade Diego Revillas já representava a mão sem o indicador. Os Museus Capitolinos avaliam a hipótese de emprestar a mão de Constantino ao museu parisiense, para a exposição “Um sonho da Itália”, que será realizada entre os dias 7 de novembro e 11 de fevereiro. Por sua vez, o Louvre estuda a possibilidade de exibir a mão em Roma já integrada ao dedo. (ANSA


VOLTAR