Descubra como encontrar seu celular em caso de perda ou roubo » Rede Acontece
Últimas
19-07-2018 » Kefir, biomassa de banana... | Febre dos prebióticos e probióticos: ciência ainda discute sua eficácia 19-07-2018 » Presos na Papuda | Geddel e Luiz Estevão vão para segurança máxima no DF 19-07-2018 » Após rumores | Chay Suede nega romance com colega de novela 19-07-2018 » 'Tinha medo de ir e vir' | Nívea Stelmann diz por que trocou o Brasil pelos EUA 19-07-2018 » 'Não me entendem' | Galvão esclarece se vai se aposentar das narrações 19-07-2018 » Manteiga? Não! | O que você jamais deve usar como lubrificante no sexo 19-07-2018 » Candidato isolado | Bolsonaro tenta salvar aliança com general 19-07-2018 » Melhores da América Latina | Documentário do UOL sobre gays na Rússia concorre ao WAN-IFRA 19-07-2018 » "Dr. Bumbum" é preso no Rio | Foragido após morte de cliente, médico foi detido na Barra da Tijuca 19-07-2018 » Celulares podem ficar mais caros | Além de pagar multa recorde, Google deverá mudar Android; entenda 19-07-2018 » Ataque de tubarão é investigado | Adolescentes são mordidos enquanto mergulhavam em Nova York 19-07-2018 » Comic-Con sem Marvel nem GoT | O que esperar da maior feira de cultura pop, em San Diego (EUA)? 19-07-2018 » Como você é fiscalizado | Polícia não usa drone para multar quem fala ao celular enquanto dirige 19-07-2018 » Eleições 2018 | Centrão segura apoio a Ciro e tucanos aguardam 19-07-2018 » Filofobia | O que é e como superar o medo patológico de se apaixonar e formar laços 19-07-2018 » Ex-presidente preso | CNJ intima Moro e desembargadores sobre decisões na prisão de Lula 19-07-2018 » Tumulto no centro | SP: Usuários atacam motoristas após ação da GCM na Cracolândia 19-07-2018 » De galã teen a rei do rap | Como Drake se transformou no músico mais popular do mundo 19-07-2018 » SP x Corinthians | Aguirre confirma Jucilei fora do clássico; Rojas vai jogar 19-07-2018 » Refis | Receita cancela adesão de 700 "viciados" em renegociar dívidas
Publicidade
supermercado centrel centro medico sao gabriel intersorft grafica bandeirante clinica master lab laboratorio
17 de fevereiro de 2016

Descubra como encontrar seu celular em caso de perda ou roubo

Foto: Guanambi Acontece

Foto: Rede Acontece

Perder ou ter o celular roubado é algo bastante corriqueiro hoje em dia e, sendo algo tão necessário, ficar sem ele pode ser uma grande dor de cabeça. Para não perder os contatos, fotos, músicas etc., a melhor solução é recuperar o aparelho. A BBC fez uma análise das melhores ferramentas para isso de acordo com cada sistema operacional, confira a seguir: Para quem possui Android, a Google produziu uma ferramenta capaz de fornecer a localização do celular digitando apenas “find my phone” (traduzindo: ache meu celular) na busca do navegador que estiver logado em seu dispositivo. Não é nem necessário que o usuário tenha instalado ou ativado algo no aparelho. Além disso, o usuário pode configurar o volume do toque para o máximo, para que facilitar na busca do celular, caso ele tenha se perdido dentro de casa. Se tiver sido roubado, também é possível, através do site Google Device Manager, travar ou apagar os dados contidos no aparelho. Quem possui um celular da Apple, pode utilizar a mesma ferramenta, porém logando no iCloud, onde poderá encontrar a opção “Find my phone”. A diferença, porém, é que só funciona se o aparelho estiver logado na iCloud.Para recupar dispositivos Windows também pode-se usar a mesma ferramenta e, novamente, o celular precisa estar logado. Em todos os sistemas operacionais é necessário que o aparelho esteja ligado e conectado na internet, caso contrário, não irá funcionar. Se o aparelho estiver sem bateria, para quem tem Android existe solução: o aplicativo Lookout, através da tecnologia “signal flare”, registra a ultima localização de quando celular estava conectado à internet. O usuário pode ainda, com uma ferramenta premium, tirar uma foto de qualquer pessoa que tente utilizar o dispositivo. A foto é então enviada por email junto com a localização. Câmeras digitais também podem ser rastreadas em caso de roubo. Para isso, utiliza-se os metadados escondidos (chamados de dados exif) em uma foto digital feita com a câmera. Arrastando uma foto da câmera para a ferramenta de busca (stolencamerafinde.com), ela irá fazer uma busca pela internet, buscando dados que contenham o mesmo dado do número de série. Encontrando os dados, o dono da câmera poderá rastrear onde a foto foi feita com a ajuda deste site, regex_info/exif.cgi, que extrai todos os dados exif. A polícia recomenda que o dono do celular ou da câmera que conseguir encontrar os aparelhos sempre entregue os dados para eles, e não tente ir sozinho atrás dos ladrões.


VOLTAR