Desembargador determina imediato cumprimento de soltura de Lula » Rede Acontece
Últimas
18-11-2018 » Aquecimento global | Ártico derrete 13% por década; Polo Norte pode não ter gelo no verão 18-11-2018 » Tecnologia de ponta | Navio e drones ajudaram a encontrar submarino argentino desaparecido 18-11-2018 » Maioria é de advogados | Em 6 meses, Lula recebe 572 visitas na sede da PF em Curitiba 18-11-2018 » Completa 25 anos | 'Somos vintage, nunca saímos de moda', diz grupo É o Tchan 18-11-2018 » Seleção brasileira | Indiscutível, Casemiro é 'problema' para Tite por não ter reserva 18-11-2018 » Sedã icônico | Estrela do Salão de SP, novo BMW Série 3 será vendido e feito no Brasil 18-11-2018 » Ex-SP foi assassinado | Caso Daniel e como o futebol age contra jogador 'todo-poderoso' 18-11-2018 » Ricardo Feltrin | Ruptura nem pensar: SBT fatura milhões ao ano com Claudia Leitte 18-11-2018 » Tentam manter relevância | Partidos derrotados buscam reinvenção após pleito polarizado 18-11-2018 » Contrapartida a aumento | Juízes querem que STF deixe para 2019 análise do fim do auxílio-moradia 18-11-2018 » Mais Brasileirão | Palmeiras enfrenta o Paraná para pôr mão na taça e passar rival 18-11-2018 » Bateu Vasco por 1 a 0 | Aliviado, Corinthians só pensa em 'terminar o ano com dignidade' 18-11-2018 » Localizado após 1 ano | Resgate de submarino poderia pôr em risco outras vidas, diz juíza 18-11-2018 » Programa federal | Não são só cubanos do Mais Médicos que não precisam fazer o Revalida; entenda 18-11-2018 » Vai chefiar Agricultura | Parceira da JBS, futura ministra deu incentivos fiscais à empresa em MS 18-11-2018 » Portões abrem às 12h | Unicamp tem 1ª fase hoje; veja o que levar e esperar da prova 18-11-2018 » Investimentos | Com fim da queda de preços, cenário é bom para comprar imóveis
Publicidade
9 de julho de 2018

Desembargador determina imediato cumprimento de soltura de Lula

Foto: Reprodução

O desembargador plantonista Rogério Favreto determinou, em segundo despacho (veja aqui a primeira decisão), a soltura imediata do ex-presidente Lula (PT). A primeira decisão do desembargador já tinha sido proferida na manhã de hoje (8).

Juiz de primeiro grau, Sergio Moro argumentou que o juiz era incompetente para decidir no caso. O novo despacho de Favreto diz que “qualquer agente federal” deve soltar o ex-presidente, sob pena de desobediência de decisão judicial.

O ex-presidente pode ser solto a qualquer momento.

O desembargador registra ainda “que sem adentrar na funcionalidade interna da Polícia Federal, o cumprimento do Alvará de Soltura não requer maiores dificuldades e deve ser efetivado por qualquer agente federal que estiver na atividade plantonista, não havendo necessidade da presença de Delegado local”.

“Pelo exposto, determino o IMEDIATO cumprimento da medida judicial de soltura do Paciente, sob pena de responsabilização por descumprimento de ordem judicial, nos termos da legislação incidente”, escreveu.

“Comunique-se os Impetrantes, remetendo a presente decisão à Polícia Federal para imediato atendimento da ordem judicial”, concluiu.


VOLTAR