Desemprego sobe e chega a 6,9% em 2015 no país » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 07-08-2020 » Paola Machado | Como obesidade deixa o organismo mais propenso aos problemas da covid-19 07-08-2020 » Rede social | Trump assina ordem executiva que proibirá transações com TikTok em 45 dias 07-08-2020 » Assista ao doc no UOL | 'O Vampiro de Niterói': Fuga de vítima foi fator crucial para polícia achar serial killer 07-08-2020 » Liberdade de expressão | Veto de PayPal a Olavo de Carvalho é discriminatório, dizem especialistas 07-08-2020 » Opinão | STF tem chance histórica de mudar a política de segurança no Rio 07-08-2020 » Hoje, ao vivo no UOL | Pandemia no Brasil: UOL faz maratona de debates com médicos e ex-ministros 07-08-2020 » Reality da MTV | 'De Férias' termina com brigas, pedido de casamento e sexo 07-08-2020 » Conheça os detalhes | VW T-Cross 2021 ganha multimídia do Nivus e fica mais caro; veja os preços 07-08-2020 » Julio Gomes | Difícil ficar empolgado com a volta do Brasileiro 07-08-2020 » M. Goldenberg | 'Seja um homem de verdade!' 07-08-2020 » Mauricio Stycer | Reprises prometem o futuro para a Globo 07-08-2020 » Sérgio Rodrigues | Bateção de panela e de coração 07-08-2020 » Mauro Cezar | Dispostos a fazer público desgostar do futebol 07-08-2020 » Chico Alves | Lavajatistas deveriam encerrar lógica miliciana 07-08-2020 » Lúcia Guimarães | Trump é o mesmo; cobertura é que precisa mudar 07-08-2020 » Juca Kfouri | Corinthians e Palmeiras fizeram água 07-08-2020 » André Rocha | Triste versão de 'final não se joga, se ganha' 07-08-2020 » Cida Bento | Reforma tributária terá que enfrentar privilégios 07-08-2020 » B. Boghossian | Flávio se enrola cada vez que tenta explicar Queiroz 07-08-2020 » Djamila Ribeiro | Beyoncé acerta ao proporcionar onda de debates
Publicidade
29 de janeiro de 2016

Desemprego sobe e chega a 6,9% em 2015 no país

Foto: Guanambi Acontece

Foto: Guanambi Acontece

O Brasil encerrou 2015 com taxa de desemprego de 6,9%, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O porcentual é maior que o de dezembro de 2014, quando a taxa de desocupação foi de 4,3%. A taxa de 6,9% é a mais alta para o mês de dezembro desde 2007, quando chegou a 7,4%, segundo o IBGE. A taxa de desocupação média de janeiro a dezembro foi estimada em 6,8% no ano passado e em 4,8% em 2014. Essa elevação de dois pontos porcentuais, de acordo com o IBGE, foi a maior de toda a série anual da pesquisa e também interrompeu a trajetória de queda, registrada desde 2010. Em 2015, o número médio de desocupados foi de 1,7 milhão de pessoas, volume 42,5% maior que o registrado em 2014, quando a média de pessoas sem ocupação profissional foi de 1,2 milhão. A despeito do aumento, o número de 2015 ainda é menor que o de 2003, quando a média de desocupados foi de 2,7 milhões de pessoas. Entre 2003 e 2015, o número de pessoas sem trabalho caiu 35,5%, o equivalente a 940.000 pessoas. A renda média dos trabalhadores também caiu no ano passado.O recuo entre 2014 e 2015 foi de 5,8%, passando de 2.373 reais para 2.235 reais. Houve queda em todos os segmentos apurados pelo IBGE: Empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado (-3,3%), empregados sem carteira no setor privado (-5,1%), militares ou funcionários públicos estatutários (-1,8%), trabalhadores por conta própria (-4,1%) e empregadores (-6,2%).


Tags:
VOLTAR