Dilma ficou 'estarrecida' com frase do relatório do FMI que cita Brasil » Rede Acontece
Últimas
18-08-2018 » Petista tenta candidatura | TSE redistribui ações contra Lula a Barroso, que decidirá questão 18-08-2018 » Ao Vivo | Acompanhe debate entre candidatos ao Planalto na RedeTV! 18-08-2018 » 1ª capa de moda da atriz | Letícia Colin vê Rosa 'cega por dinheiro' na novela Segundo Sol 18-08-2018 » Crise de imigração com venezuelanos | MDB usou tragédia para politicagem, afirma governadora de Roraima 18-08-2018 » Plano para unificar países não existe | UOL Confere: Termo Ursal, criado para ironia, agora nutre teoria conspiratória 18-08-2018 » Acusações de 'assédio frequente' | Alunas de colégio do Rio usam Twitter para denunciar assédio de professores 18-08-2018 » Pula-pulas nos acessos a favelas | Exército investiga uso de brinquedos como barreiras do tráfico no Rio 18-08-2018 » Presidente de sigla que apoia Alckmin | Ciro Nogueira, do PP, pede voto para Lula em ato de campanha de Haddad 18-08-2018 » Pesquisas Ibope nos estados | RS: Sartori lidera com 19%; Leite e Rossetto têm 8% e Jairo Jorge, 6% 18-08-2018 » Dança dos Famosos | Quadro muda vida das bailarinas do Faustão; entenda 18-08-2018 » Artista segue no SBT | 'Vai tudo bem', diz Mara após sair do Fofocalizando 18-08-2018 » Opinião | Barney: 'Imóvel', A Praça É Nossa é subversiva na TV 18-08-2018 » Durante Vídeo Show | Homem sob ataque de abelhas 'vaza' ao vivo na Globo 17-08-2018 » Investimento de 4 anos | Como transformar US$ 6 mi em US$ 200 mi? Kobe Bryant conseguiu 17-08-2018 » Os usos do ródio | Vale mais que ouro: conheça o metal mais caro do mundo 17-08-2018 » Disputa presidencial | Falha faz rivais estudarem impugnação de Alckmin 17-08-2018 » Fez 1ª convocação pós-Rússia | Ficar até Copa de 2022 não é garantido, afirma Tite 17-08-2018 » Preços atualizados | Galaxy S8, Note 8 e S9 ficam mais baratos após anúncio do Note 9 17-08-2018 » Enterro com extravagância | 'Funerais chiques' dão a bilionários última chance de ostentar riqueza 17-08-2018 » Repete plataforma do pai | Presidenciável, filho de Jango terá 'reformas de base' como mote
Publicidade
lab laboratorio clinica master intersorft centro medico sao gabriel
23 de janeiro de 2016

Dilma ficou ‘estarrecida’ com frase do relatório do FMI que cita Brasil

Foto: Guanambi Acontece

Foto: Guanambi Acontece

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira, 22, em discurso durante reunião do diretório nacional do PDT, que ficou “estarrecida” com o trecho do relatório de previsões divulgado nesta semana pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), no qual a instituição cita o Brasil. Dilma se disse assustada com a frase em que o FMI cita a “continuidade da situação crítica” no Brasil como um dos três principais fatores que explicam as dificuldades da economia mundial. Segundo a entidade, a crise brasileira é ocasionada por dois motivos: a duração da instabilidade política e as investigações dos atos de corrupção na Petrobras. De acordo com a presidente, além da instabilidade no Brasil, o Fundo Monetário Internacional citou no relatório a diminuição do crescimento econômico na China e a instabilidade nos países do Oriente Médio como motivos “relevantes” para a crise internacional. Dilma diverge das previsões do FMI e disse ter certeza de que “vamos estabilizar politicamente o País”. “Vamos assegurar a tranquilidade para o País voltar a crescer”, afirmou. A presidente prometeu que o governo vai voltar a gerar emprego e renda. “Vamos voltar a desenvolver esse País”. Segundo a petista, os investimentos vão voltar e o Brasil vai voltar a crescer. Para ela, isso será possível porque o País tem fundamentos sólidos. “Neste ano de 2016, é aqui e agora, que vamos decidir qual é o caminho do Brasil nos próximos anos”, afirmou. Em um gesto de que está disposta a dialogar, Dilma disse contar com o apoio do PDT e pediu sugestões aos membros do partido para o governo. “Aceito e preciso de sugestões, porque as críticas e sugestões de vocês são no sentido de melhorar e fazer o Brasil ir para frente”, declarou. Dilma ressaltou ainda que sua gestão vai manter programas socais, diferentemente de outros partidos ou governos, os quais ela não citou. “Tem gente que acaba com programa social, porque tem que acabar, que reforma programa social para extingui-lo. Nós não. Asseguramos, reformamos programas sociais para melhorá-los”, disse. Com informações do Estadão Conteúdo.


VOLTAR