Dilma sanciona lei que cria cadastro de alunos superdotados » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 22-05-2019 » Banco público | Caixa vai dar até 90% de desconto para 3 milhões de clientes com dívidas 22-05-2019 » Marcados para domingo | Bolsonaro decide não ir a atos, mas filho defende protestos 22-05-2019 » 1 gravemente ferido | Homem assassina ex, invade igreja e mata três em MG, diz polícia 22-05-2019 » MEC | Exame de educação de adultos tem falha de segurança, e Inep avalia impacto 22-05-2019 » A volta da empresa | Xiaomi traz ao Brasil Mi 9, mais 4 celulares, loja oficial e até patinetes 22-05-2019 » Copa Sul-Americana | No Chile, Atlético-MG perde para Unión La Calera por 1 a 0 22-05-2019 » Risco de rompimento | Polícia exige, e represa de fazenda de Gusttavo Lima será esvaziada 22-05-2019 » Está com Marcola | Nº 2 do PCC pede para sair de presídio federal por falta de dignidade 22-05-2019 » O que rolou nesta 3ª | Fla atrás de reforços, briga Santos x Neymar perto do fim e mais 22-05-2019 » Novela da Record | Barney: Com fake news e drogas, Topíssima vai além de um nome ruim 22-05-2019 » Resumo do dia | Articulações no Congresso, bombeiro herói e mais notícias desta terça-feira 22-05-2019 » Cerimônia de R$ 1 mi em AL | Casório de Carlinhos Maia é visto por quase 3 milhões de pessoas na internet 22-05-2019 » Senado tem de votar medida | Câmara aprova aéreas estrangeiras no país e a volta de mala grátis 22-05-2019 » Atrito com Major Vítor Hugo | Maia bate boca com líder governista na Câmara e diz que o excluiu de relações 22-05-2019 » Para evitar embate jurídico | Governo deve recuar de pontos polêmicos do decreto de armas 22-05-2019 » Ministro de Bolsonaro | Araújo assinou documento para contratar funcionário sem diploma por R$ 34 mil 22-05-2019 » Após atos contra corte | Governo deve evitar anúncio de novo bloqueio em relatório orçamentário 22-05-2019 » Barão de Cocais (MG) | 'Brumadinho não sai da cabeça': a vida perto de mina que pode desabar 22-05-2019 » Sob pressão da indústria | Anvisa discute mudança de modelo de rótulos de alimentos no país 22-05-2019 » Tricampeão da F-1 morreu na segunda | Lauda desafiou a família, sobreviveu a acidente e até foi dono de aérea
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
31 de dezembro de 2015

Dilma sanciona lei que cria cadastro de alunos superdotados

Foto: Urandi Acontece

Foto: Urandi Acontece

A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que prevê a criação de um cadastro nacional de alunos com altas habilidades ou superdotação. O texto foi publicado nesta quarta-feira, 30, no Diário Oficial da União. O cadastramento deverá ser o ponto de partida para ofertar a esse grupo de alunos atendimento especializado, que permita, por exemplo, a aceleração dos estudos. Estima-se que no Brasil existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades matriculados no ensino fundamental e médio. Oficialmente, no entanto, os números são bem menores. Censo preparado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identifica 13.308 estudantes que se encaixam neste perfil matriculados na educação básica. As regras para identificação, cadastramento e atendimento ainda precisam ser regulamentadas pela União, Estados e municípios. A lei que cria o cadastro foi sugerida pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). Em setembro, quando o então projeto foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados, a presidente do Conselho Brasileiro da Superdotação, Suzana Pérez, afirmou que a identificação dos estudantes com altas habilidades era necessária, mas insuficiente. Para ela, é essencial também a existência de profissionais preparados para fazer tal reconhecimento. Com informações do Estadão Conteúdo.


VOLTAR
31 de dezembro de 2015

Dilma sanciona lei que cria cadastro de alunos superdotados

FOTO: BRUMADO ACONTECE

FOTO: BRUMADO ACONTECE

A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que prevê a criação de um cadastro nacional de alunos com altas habilidades ou superdotação. O texto foi publicado nesta quarta-feira, 30, no Diário Oficial da União. O cadastramento deverá ser o ponto de partida para ofertar a esse grupo de alunos atendimento especializado, que permita, por exemplo, a aceleração dos estudos. Estima-se que no Brasil existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades matriculados no ensino fundamental e médio. Oficialmente, no entanto, os números são bem menores. Censo preparado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identifica 13.308 estudantes que se encaixam neste perfil matriculados na educação básica.


VOLTAR