Dilma sanciona lei que cria cadastro de alunos superdotados » Rede Acontece
Últimas
18-08-2018 » Petista tenta candidatura | TSE redistribui ações contra Lula a Barroso, que decidirá questão 18-08-2018 » Ao Vivo | Acompanhe debate entre candidatos ao Planalto na RedeTV! 18-08-2018 » 1ª capa de moda da atriz | Letícia Colin vê Rosa 'cega por dinheiro' na novela Segundo Sol 18-08-2018 » Crise de imigração com venezuelanos | MDB usou tragédia para politicagem, afirma governadora de Roraima 18-08-2018 » Plano para unificar países não existe | UOL Confere: Termo Ursal, criado para ironia, agora nutre teoria conspiratória 18-08-2018 » Acusações de 'assédio frequente' | Alunas de colégio do Rio usam Twitter para denunciar assédio de professores 18-08-2018 » Pula-pulas nos acessos a favelas | Exército investiga uso de brinquedos como barreiras do tráfico no Rio 18-08-2018 » Presidente de sigla que apoia Alckmin | Ciro Nogueira, do PP, pede voto para Lula em ato de campanha de Haddad 18-08-2018 » Pesquisas Ibope nos estados | RS: Sartori lidera com 19%; Leite e Rossetto têm 8% e Jairo Jorge, 6% 18-08-2018 » Dança dos Famosos | Quadro muda vida das bailarinas do Faustão; entenda 18-08-2018 » Artista segue no SBT | 'Vai tudo bem', diz Mara após sair do Fofocalizando 18-08-2018 » Opinião | Barney: 'Imóvel', A Praça É Nossa é subversiva na TV 18-08-2018 » Durante Vídeo Show | Homem sob ataque de abelhas 'vaza' ao vivo na Globo 17-08-2018 » Investimento de 4 anos | Como transformar US$ 6 mi em US$ 200 mi? Kobe Bryant conseguiu 17-08-2018 » Os usos do ródio | Vale mais que ouro: conheça o metal mais caro do mundo 17-08-2018 » Disputa presidencial | Falha faz rivais estudarem impugnação de Alckmin 17-08-2018 » Fez 1ª convocação pós-Rússia | Ficar até Copa de 2022 não é garantido, afirma Tite 17-08-2018 » Preços atualizados | Galaxy S8, Note 8 e S9 ficam mais baratos após anúncio do Note 9 17-08-2018 » Enterro com extravagância | 'Funerais chiques' dão a bilionários última chance de ostentar riqueza 17-08-2018 » Repete plataforma do pai | Presidenciável, filho de Jango terá 'reformas de base' como mote
Publicidade
centro medico sao gabriel intersorft lab laboratorio clinica master
31 de dezembro de 2015

Dilma sanciona lei que cria cadastro de alunos superdotados

Foto: Urandi Acontece

Foto: Urandi Acontece

A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que prevê a criação de um cadastro nacional de alunos com altas habilidades ou superdotação. O texto foi publicado nesta quarta-feira, 30, no Diário Oficial da União. O cadastramento deverá ser o ponto de partida para ofertar a esse grupo de alunos atendimento especializado, que permita, por exemplo, a aceleração dos estudos. Estima-se que no Brasil existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades matriculados no ensino fundamental e médio. Oficialmente, no entanto, os números são bem menores. Censo preparado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identifica 13.308 estudantes que se encaixam neste perfil matriculados na educação básica. As regras para identificação, cadastramento e atendimento ainda precisam ser regulamentadas pela União, Estados e municípios. A lei que cria o cadastro foi sugerida pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). Em setembro, quando o então projeto foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados, a presidente do Conselho Brasileiro da Superdotação, Suzana Pérez, afirmou que a identificação dos estudantes com altas habilidades era necessária, mas insuficiente. Para ela, é essencial também a existência de profissionais preparados para fazer tal reconhecimento. Com informações do Estadão Conteúdo.


VOLTAR
31 de dezembro de 2015

Dilma sanciona lei que cria cadastro de alunos superdotados

FOTO: BRUMADO ACONTECE

FOTO: BRUMADO ACONTECE

A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que prevê a criação de um cadastro nacional de alunos com altas habilidades ou superdotação. O texto foi publicado nesta quarta-feira, 30, no Diário Oficial da União. O cadastramento deverá ser o ponto de partida para ofertar a esse grupo de alunos atendimento especializado, que permita, por exemplo, a aceleração dos estudos. Estima-se que no Brasil existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades matriculados no ensino fundamental e médio. Oficialmente, no entanto, os números são bem menores. Censo preparado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identifica 13.308 estudantes que se encaixam neste perfil matriculados na educação básica.


VOLTAR