Dólar sobe 0,65% na retomada dos negócios após o Carnaval » Rede Acontece
Últimas
17-01-2019 » Inseparáveis | Por que você vai ouvir falar muito de Arielle, a coreógrafa da Anitta 17-01-2019 » Bem além da passarela | 5 lutas compradas por Gisele que a tornaram mais do que modelo 17-01-2019 » Discurso nos EUA; veja | Bolsonaro elogiado por Trump? No contexto, talvez não seja assim 17-01-2019 » Deputada e socialista | Por que Ocasio-Cortez é a mulher mais importante dos EUA? 17-01-2019 » Jack estava internada | Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos 17-01-2019 » Sexo sem tabu | 'Com 16 eu tinha cama de casal', diz youtuber Dora Figueiredo 17-01-2019 » Onda de violência no estado | Governador do CE pede a Moro reforço em segurança por reação de facções 17-01-2019 » Grito de carnaval da cidade | Shows do CarnaUOL serão em frente ao sambódromo de SP; veja atrações 17-01-2019 » Mercado financeiro | Bolsa sobe e fecha acima de 95 mil pontos pela 1ª vez; Taurus salta 14% 17-01-2019 » Brecha na segurança | Vazamento na web atinge 800 milhões de e-mails e senhas; veja se foi afetado 17-01-2019 » Educação | Economista que chamou docentes de manipuladores será coordenador do Enem 17-01-2019 » Reforma da previdência | Governo quer restringir acúmulo de pensão com aposentadoria 17-01-2019 » No Fórum de Davos, na Suíça | Guedes apresentará privatizações e Previdência como vitrines do Brasil 17-01-2019 » Senador eleito pelo PSL | MP do Rio usa Coaf como 'atalho' para burlar Justiça, diz Flávio Bolsonaro 17-01-2019 » Liminar parou investigação de Queiroz | Flávio Bolsonaro alega ter foro e pede anulação de provas do Coaf no STF 17-01-2019 » Normal ou cesariana? | Como disputas ideológicas no Brasil chegaram ao parto 17-01-2019 » UOL Líderes | País não sobreviverá sem reformas, diz vice da Microsoft América Latina 17-01-2019 » Celular, isqueiro, cabo USB... | Preso tenta voltar para a cadeia com 62 objetos no estômago em SC
Publicidade
11 de fevereiro de 2016

Dólar sobe 0,65% na retomada dos negócios após o Carnaval

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O dólar fechou em alta nesta quarta-feira, na retomada dos negócios no mercado de câmbio. Os investidores ajustaram suas posições após o recesso de Carnaval e também movidos por declarações da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, que indicou que o banco central americano deve elevar os juros mais uma vez nos próximos meses. A alta da moeda americana foi de 0,65%, a 3,93 reais. “O câmbio se ajustou ao que aconteceu lá fora enquanto o mercado aqui não estava aberto”, disse o operador José Carlos Amado, da corretora Spinelli. Crescentes preocupações com a economia global vêm alimentando a aversão a risco nos mercados, enquanto o tombo dos preços do petróleo deprime a demanda por moedas relacionadas a commodities, como o real. O dólar atingiu a máxima histórica em relação ao peso mexicano nesta terça-feira. Muitos operadores acreditavam que as turbulências globais poderiam levar o Fed a evitar aumentar os juros em breve. Essa perspectiva perdeu um pouco de força nesta sessão, com investidores enxergando em declarações de Yellen indicações de que o banco central, mesmo depois do aumento ocorrido em dezembro, não descarta nova elevação em março. A Verde Asset Management disse acreditar que o dólar deve voltar a subir em breve em relação ao real e vem aproveitando a volatilidade no mercado para aumentar sua posição comprada na divisa, isto é, montando operações que se beneficiariam do fortalecimento da moeda dos EUA. (Reuters)


Tags:
VOLTAR