Eliana Calmon deixa defesa de borracheiro em imbróglio por 366 mil hectares no Oeste da Bahia » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 10-07-2020 » Anitta bota fogo com 'Tócame' | Cantora lança clipe com cenas quentes com o namorado; assista 10-07-2020 » Compra de respiradores | Preso no Rio de Janeiro, ex-secretário de Witzel comandou fraudes na Saúde, diz MP 10-07-2020 » Cabe recurso | SP: casal é condenado a pagar R$ 150 mil a garoto por devolvê-lo após adoção 10-07-2020 » Perfis no Facebook | Fiéis aos Bolsonaros, deputados no RJ empregaram donos de 13 contas banidas 10-07-2020 » Não são membros, diz Kim | Empresários ligados ao MBL são presos por lavagem de dinheiro, diz MP 10-07-2020 » De 'Amor de Mãe' | Globo dispensa Malu Galli após 13 anos de casa 10-07-2020 » Crise na quarentena | Ex-Globo vende objetos pessoais para se sustentar 10-07-2020 » 'Não estou metido' | Babu tem piscina, estúdio e escritório na casa nova no Rio 10-07-2020 » Posou de calcinha | Gracyanne mostra músculos e lamenta 'gordura em excesso' 10-07-2020 » Em ação de divórcio | Pandemia 'dizimou' fortuna de R$ 2,6 bi, diz Robert De Niro 10-07-2020 » Chico Barney | Guga Chacra emociona ao achar Pokémon da vida real 10-07-2020 » Música | Jorge e Mateus, Maiara e Maraísa e Claudia Leitte fazem lives hoje 10-07-2020 » Pandemia do coronavírus | Bairros com menos empregos formais têm mais mortes por covid-19 em SP 10-07-2020 » Fórmula 1 | Verstappen supera Bottas em treino livre na Áustria 10-07-2020 » Em nova novela | Elizabeth Savalla vai disputar Marcos Caruso com Claudia Jimenez 10-07-2020 » Durante discussão | Depp diz em audiência que deu cabeçada 'acidentalmente' na ex 10-07-2020 » Crime de responsabilidade | Prefeito e vice de Itaguaí (RJ) sofrem impeachment 10-07-2020 » Governo cazaque nega | China diz que pneumonia mais letal do que a covid-19 atinge o Cazaquistão 10-07-2020 » Política externa | Rotina de ataques contra Bolsonaro na ONU se transforma em 'novo normal' 10-07-2020 » Saiba como e mais 22 respostas | Lugares Incríveis para Trabalhar: inscreva sua empresa no prêmio da FIA e do UOL
Publicidade
19 de setembro de 2019

Eliana Calmon deixa defesa de borracheiro em imbróglio por 366 mil hectares no Oeste da Bahia

Foto Rede Acontece

A ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon deixou a defesa de José Valter Dias, um borracheiro que se tornou proprietário de 366 mil hectares em Formosa do Rio Preto, no Oeste da Bahia, a partir de uma portaria do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) de 2015. A área equivale a cinco vezes o tamanho da cidade de Salvador. A decisão, porém, foi revista pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que decidiu por 12 votos a um, em março, que judiciário baiano deveria suspender a portaria e revalidar as matrículas de imóveis de cerca de 300 agricultores que estão na região desde a década de 1980. A determinação só foi atendida dia 26 de agosto, em um ofício assinado pelo presidente do TJ-BA, Gesivaldo Britto, e encaminhado à Corregedoria das Comarcas do Interior. Na última sexta-feira (13) o cartório de Registros de Imóveis de Formosa do Rio Preto divulgou um edital de notificação comunicando o cancelamento da matrícula de José Valter Dias e a revalidação dos registros de terras dos agricultores. Com a saída de Eliana Calmon, a defesa de José Valter Dias passará a ser feita pelos advogados Henrique Nelson Calandra, ex-presidente da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), Ricardo Hasson Sayeg e Adriel Brendown Torres Maturino. Grilagem de terra – O caso ganhou repercussão nacional e foi alvo de um pedido da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados para que fosse investigada a existência de graves mecanismos sistêmicos de grilagem de terras no Oeste da Bahia, “havendo fortíssima suspeita de ilícitos por parte de membros da magistratura baiana”. A solicitação acabou sendo arquivada pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, por considerar que a questão já havia sido superada com a decisão do CNJ de anular a portaria do TJ-BA. Ainda corre no CNJ uma representação contra o presidente do TJ-BA, Gesivaldo Britto, e duas juízas por irregularidades em nomeações e decisões relacionada ao caso.


VOLTAR